Chefe da Otan pede à Rússia que retire apoio a separatistas

Chefe lembrou os acordos de Minsk, e pediu aos russos que usem toda sua influência sobre os separatistas para fazê-los respeitar o cessar-fogo

Berlim - O chefe da Otan fez um apelo à Rússia nesta quarta-feira para que retire o apoio aos separatistas no leste da Ucrânia.

"Pedimos à Rússia que respeite os acordos de Minsk, que use toda sua influência sobre os separatistas para fazê-los respeitar o cessar-fogo, e que retire o apoio os separatistas", disse o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, em entrevista coletiva em Berlim.

"A Otan não busca confrontação com a Rússia. A Otan deseja um relacionamento mais construtivo e cooperativo com a Rússia. Mas para ser possível estabelecê-lo, a Rússia precisa querer também", acrescentou, após encontro com a chanceler alemã, Angela Merkel.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.