Charlie Hebdo, esgotada na França, terá 5 mi de exemplares

Número histórico da revista se esgotou na manhã desta quarta-feira em toda a França pouco depois de começar a ser vendido nas bancas

Paris - O primeiro número da Charlie Hebdo desde o atentado que dizimou a redação da revista se esgotou nesta quarta-feira em toda a França e sua tiragem passará de três a cinco milhões de exemplares para enfrentar a demanda, anunciou à AFP sua distribuidora.

"O editor decidiu nesta manhã aumentar a tiragem a 5 milhões", declarou Véronique Faujour, presidente da distribuidora MLP.

Serão distribuídos 500.000 exemplares diários, o que permitirá abastecer todas as bancas que solicitarem, afirmou.

O número histórico da revista se esgotou na manhã desta quarta-feira em toda a França pouco depois de começar a ser vendido nas bancas.

Em sua capa, os sobreviventes da revista representaram Maomé com uma lágrima carregando um cartaz com a frase "Je suis Charlie" e sob o título "Tudo está perdoado", após o ataque que deixou 12 mortos, entre eles os chargistas mais famosos da revista satírica.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.