Mundo

Casamento real terá audiência 3 vezes maior que a da final da Copa

Imprensa britânica espera que cerca de dois bilhões de pessoas assistam à troca de votos entre o príncipe William e Kate Middleton

O casal de noivos vai atrair uma audiência seis vezes maior do que a do último Super Bowl (Chris Jackson/Getty Images)

O casal de noivos vai atrair uma audiência seis vezes maior do que a do último Super Bowl (Chris Jackson/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 25 de abril de 2011 às 07h00.

São Paulo - No dia 29 de abril, um evento vai entrar para a galeria das maiores audiências da história da televisão mundial. O casamento do príncipe William, herdeiro do trono da Inglaterra, com sua noiva, Kate Middleton, promete atrair dois bilhões de telespectadores no mundo, segundo estimativas das emissoras britânicas.

A marca é, por exemplo, quase três vezes maior do que a registrada na final da Copa do Mundo de 2006, entre França e Itália. A partida teve 760 milhões de telespectadores no mundo todo. A FIFA, instituição internacional que dirige as associações de futebol no mundo, ainda não divulgou a audiência oficial registrada na final da Copa de 2010.

A audiência esperada para o casamento é também seis vezes maior do que a registrada em uma das transmissões mais badaladas da televisão na atualidade, o Super Bowl. Em 2011, o jogo que definiu o campeão da temporada de futebol americano nos Estados Unidos rendeu uma média de 323 milhões de telespectadores no mundo.

Se a expectativa de audiência se cumprir, o resultado vai deixar o pai de William orgulhoso. Quando o príncipe Charles se casou com Diana Spencer, no dia 29 de junho de 1981, a audiência registrada foi de 750 milhões de telespectadores, três vezes menor do que a esperada para a cerimônia deste ano.

Para dar conta de um evento deste porte, a imprensa mundial vai investir pesado. Segundo o jornal britânico The Guardian, oito mil jornalistas do mundo todo foram designados para acompanhar o casamento - destes, 400 são da rede de notícias inglesa BBC. A emissora, principal detentora dos direitos de transmissão da festa, planeja usar 30 câmeras dentro da Abadia de Westminster, onde o casamento será celebrado.

Os que não conseguirem ver a cerimônia de perto terão outros meios, além da televisão, para se sentirem parte da festa. Segundo um estudo divulgado pelo Centro de Pesquisas de Varejo de Londres, no fim de semana do casamento haverá cerca de 1,5 mil festas de rua por toda a Inglaterra em homenagem ao casal.

Mesmo com uma cobertura tão farta, quem perder o bonde terá uma segunda chance de saciar a curiosidade sobre o casamento real. De acordo com o Guardian, horas depois da festa, os votos de William e Kate Middleton em mp3 serão liberados para venda (ainda sem preço definido) na loja virtual da Apple, via iTunes. 

Acompanhe tudo sobre:CelebridadesEuropaFamília real britânicaGovernoPaíses ricosReino Unido

Mais de Mundo

'A defesa da democracia é mais importante do que qualquer título', diz Biden em discurso

Governo Lula se diz irritado com falas de Maduro, mas evita responder declarações

Netanyahu discursa no Congresso americano sob protestos de rua e boicote de dezenas de democratas

Em discurso a irmandade negra, Kamala pede ajuda para registrar eleitores e mobilizar base a votar

Mais na Exame