Bombardeios do governo matam 400 civis em um mês na Síria

Pelo menos 396 civis morreram por causa de bombardeios da aviação do regime sírio no último mês

Beirute - Pelo menos 396 civis morreram no último mês por causa dos bombardeios da aviação do regime de Bashar al-Assad, que lançou um total de 1.592 ataques aéreos em distintas áreas da Síria, informou nesta quarta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanas.

Dessas vítimas mortais, documentadas pela ONG do último dia 20 de outubro até hoje, pelo menos 109 são menores, 78 são mulheres e 209, homens. Além disso, 1.500 pessoas ficaram feridas.

Segundo o Observatório, pelo menos 866 bombardeios foram realizados com aviões, enquanto 726 foram executados com helicópteros que lançaram barris de explosivos.

As autoridades aumentaram os ataques aéreos desde outubro por motivos ainda não esclarecidos.

Mais de 200 mil pessoas morreram desde o início do conflito na Síria em março de 2011, segundo a ONU.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também