• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
Abra sua conta no BTG

Biden alerta para redução das liberdades e promete apoiar a democracia

O político democrata também se comprometeu a empreender esforços para conter o avanço do autoritarismo tanto nos EUA quanto no exterior
EUA: Biden acusou autocratas de buscarem aumentar o poder e influência por meio da exploração de desafios contemporâneos (Getty Images/Bloomberg / Colaborador)
EUA: Biden acusou autocratas de buscarem aumentar o poder e influência por meio da exploração de desafios contemporâneos (Getty Images/Bloomberg / Colaborador)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 09/12/2021 14:20 | Última atualização em 09/12/2021 14:20Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, alertou para o risco de restrições das liberdades individuais em todo o mundo, em discurso de abertura da Cúpula sobre Democracia, que reúne líderes e ativistas de mais de 100 países em conferência virtual hoje e amanhã.

O político democrata também se comprometeu a empreender esforços para conter o avanço do autoritarismo tanto nos EUA quanto no exterior, incluindo investimentos de cerca de US$ 224 milhões para a causa no ano que vem, além de uma estratégia para combater a corrupção global. "O fortalecimento de nossas instituições democráticas demandam esforços constantes", disse Biden nesta quinta-feira, 9.

O líder da Casa Branca não citou governos estrangeiros nominalmente, mas a ausência de Rússia e China na lista de convidados para a cúpula chamou a atenção de especialistas. Os dois países criticaram o evento e disseram que Washington se engaja em uma "mentalidade de Guerra Fria".

Biden acusou autocratas de buscarem aumentar o poder e influência por meio da exploração de desafios contemporâneos. "A democracia, o governo do povo, pela povo e para o povo, pode às vezes ser frágil, mas é também inerentemente resiliente", afirmou.

O presidente americano acrescentou que sua agenda econômica doméstica, com investimentos sociais, pode ajudar a reduzir as insatisfações internas com o sistema democrático. "Vamos liderar pelo exemplo, investindo em nossa própria democracia", pontuou.

Assine a EXAME por menos de R$ 0,37/dia e acesse as notícias mais importantes do Brasil em tempo real.