Mundo

Beryl se fortalecerá antes de impactar nordeste do México e costa do Texas

O primeiro furacão da temporada do Atlântico e o primeiro furacão de categoria 4 registrado na história, move-se a uma velocidade de 24 km/h

O centro de Beryl, que como furacão atingiu a categoria mais alta, cinco, no Caribe, tocou terra na manhã de sexta perto de Tulum (AFP/AFP)

O centro de Beryl, que como furacão atingiu a categoria mais alta, cinco, no Caribe, tocou terra na manhã de sexta perto de Tulum (AFP/AFP)

EFE
EFE

Agência de Notícias

Publicado em 6 de julho de 2024 às 15h01.

A tempestade tropical Beryl se fortalecerá neste fim de semana no Golfo do México e se tornará novamente um furacão antes de atingir partes do nordeste do México e da costa do Texas a partir da noite de domingo até segunda-feira, informou neste sábado o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês).

A instituição americana alertou que para estas áreas existe um “risco cada vez maior” de destrutivos ventos de furacões e tempestades “potencialmente mortais”, pelo que pediu aos seus habitantes que fiquem atentos às novas recomendações e sigam as instruções das autoridades locais.

“Inundações repentinas em áreas urbanas são possíveis e podem ser de magnitude considerável em partes da Costa do Golfo e no leste do Texas, desde a noite de domingo até meados da semana”, advertiu também o NHC.

Texas sob alerta

A costa do Texas já se encontra desde ontem sob alerta de furacão devido ao avanço de Beryl, que tocou terra na madrugada de sexta-feira como um furacão de categoria 2 na escala Saffir-Simpson ao norte de Tulum, no Caribe mexicano, e foi rebaixado para tempestade tropical.

Beryl estava então a 0 quilômetros de Progreso (México) e 935 quilômetros de Brownsville, Texas, observou o NHC.

O sistema tinha ventos máximos sustentados de 100 km/h e se movia na direção oeste-noroeste.

O centro de Beryl, que como furacão atingiu a categoria mais alta, cinco, no Caribe, tocou terra na manhã de sexta perto de Tulum e o padrão de trajetória mostra que a costa do Texas está exposta ao seu ataque.

Beryl, o primeiro furacão da temporada do Atlântico e o primeiro furacão de categoria 4 registrado na história, move-se a uma velocidade de 24 km/h.

Acompanhe tudo sobre:MéxicoEstados Unidos (EUA)Furacões

Mais de Mundo

França vive dia de reflexão antes de eleições cruciais

Moulin Rouge recupera as pás de seu famoso moinho antes dos Jogos Olímpicos

Guerra entre Israel e Hamas prossegue em Gaza à espera de novas negociações

Morre Mirta Díaz-Balart, primeira mulher de Fidel Castro e mãe de um de seus filhos

Mais na Exame