Austrália procura novos países para acolher pedidos de asilo

O governo australiano não permite que as pessoas que pedem asilo ou que chegam ao país ilegalmente de barco se instalem em seu território

A Austrália anunciou que procura novos países para instalar os refugiados que pedem asilo, depois de quatro pessoas terem se mudado para o Camboja, que aceitou acolher refugiados em troca de assistência financeira.

O governo australiano não permite que as pessoas que pedem asilo ou que chegam ao país ilegalmente de barco se instalem em seu território, enviando-os para pequenas nações do Pacífico, como Nauru e as Ilhas Manus ou Papua Nova Guiné.

Os que vão para Manus podem mudar-se para a Papua Nova Guiné e os que estão em Nauru podem recomeçar a vida no Camboja, mas apenas quatro pessoas fizeram essa opção.

O Camboja aceitou receber os refugiados que a Austrália não quer em troca de assistência financeira nos próximos quatro anos, um acordo criticado por grupos de defesa dos direitos humanos e pelas Nações Unidas.

A Austrália não informou as nações que estão sendo consideradas para o programa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.