Diretor Juergen Stark deixa cargo no Banco Central Europeu

Membro da diretoria executiva, ele saiu do BCE dois anos antes do término do seu mandato, que iria até maio de 2014

Frankfurt - O Banco Central Europeu (BCE) informou hoje que Juergen Stark, membro da diretoria executiva, vai deixar seu posto no fim do ano, mais de dois anos antes do término do seu mandato, que iria até maio de 2014.

Stark, economista alemão e crítico declarado da inflação, dirigente da divisão econômica do BCE, está renunciando por motivos pessoais, disse o banco em um comunicado. Ele deixará o cargo assim que um sucessor for apontado, o que acontecerá até o fim do ano.

O presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, agradeceu Stark "sinceramente" por sua "sensacional contribuição para a unidade europeia durante tantos anos".

Mais cedo, a Reuters noticiou que Stark está deixando o BCE devido a um conflito sobre o programa de compra de bônus do banco. Segundo a agência, o vice-ministro de Finanças da Alemanha, Joerg Asmussen, pode ser escolhido para substituir Stark. As informações são da Dow Jones.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.