Entenda o que são blue chips

Você já deve ter ouvido falar do termo "blue chip" na Bolsa; entenda o que são essas ações e por que são chamadas assim

Blue chip é um termo comum nas bolsas de valores que designa as ações de empresas de grande porte, que tenham boa reputação e uma situação financeira saudável. Esses papéis também são caracterizados pela alta liquidez — a facilidade de transformar um ativo em dinheiro — e pelo grande volume de negociação.

O termo blue chip é originário do pôquer, jogo de cartas no qual as fichas azuis (blue chips) são as mais valiosas. Reza a lenda que a expressão surgiu no final da década de 1920, quando um funcionário da Dow Jones se referiu dessa maneira às ações que apresentavam cotações altas para a época.

No mercado acionário, no entanto, o preço alto não é uma condição para o papel ser ou não uma blue chip. É natural, no entanto, que por serem mais buscadas pelos investidores, tais ações tenham cotações mais elevadas.

Não há uma lista oficial que reúna as blue chips. A avaliação, que acaba sendo subjetiva, é feita por analistas que acompanham a saúde financeira e o rumo dos negócios listados em bolsa.

No mercado brasileiro, alguns exemplos são Petrobras, Vale e Ambev. Já no mercado norte-americano, são exemplos os papéis do Walmart e da Coca-Cola.


Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.