Pintura em quadra poliesportiva escancara desigualdade de gênero

O projeto é uma iniciativa da ESPN para estimular o esporte feminino brasileiro e o interesse das mulheres pelo mesmo
Quadra: para enfatizar as diferenças de oportunidade e visibilidade entre os dois sexos, a ESPN providenciou a pintura de quadras poliesportivas no Centro Esportivo de Guarulhos, na grande São Paulo (ESPN)
Quadra: para enfatizar as diferenças de oportunidade e visibilidade entre os dois sexos, a ESPN providenciou a pintura de quadras poliesportivas no Centro Esportivo de Guarulhos, na grande São Paulo (ESPN)
A
AdNewsPublicado em 09/05/2017 às 15:29.

Espaço dedicado ao futebol na mídia. Investimento na liga de basquete. Torneios de tênis com premiação diferenciada.

Com esses três exemplos, nos quais sempre os homens levam vantagem sobre as mulheres, o projeto "Quadras da Desigualdade", da ESPN, defende a igualdade de direitos entre os dois gêneros no esporte.

Para enfatizar as diferenças de oportunidade e visibilidade entre os dois sexos, a ESPN providenciou a pintura de quadras poliesportivas no Centro Esportivo de Guarulhos, na grande São Paulo.

A ideia transforma as próprias quadras em gráficos que escancaram as dificuldades e a falta de incentivo que as mulheres ainda precisam enfrentar para sobreviver no esporte.

“A dificuldade para a mulher é muito maior. O reconhecimento não é da mesma maneira que um homem quando consegue vencer e chegar ao topo”, afirma a craque Marta, da seleção feminina de futebol, cinco vezes eleita pela FIFA a melhor jogadora do mundo.

A açaõ foi criada em parceria com a agência Africa:

O projeto é mais uma iniciativa da ESPN relacionada ao espnW, portal com foco no público feminino lançado em 2016 para fomentar o esporte feminino brasileiro e o interesse das mulheres pelo esporte.

A plataforma reúne matérias, artigos e conteúdo multimídia sobre o universo esportivo de maneira geral, não se restringindo somente às competições e atletas de alto rendimento.

Este conteúdo foi publicado originalmente no site da AdNews.