Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Magalu, Americanas e Mercado Livre terão que justificar entrega rápida

Conar decidiu que as varejistas precisam detalhar em seus anúncios as pesquisas que embasam a alegação de superioridade

O Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) pediu a alteração de anúncios das varejistas Magazine Luiza, Americanas e Mercado Livre, que alegavam realizar a “entrega mais rápida do Brasil”. A informação foi antecipada pelo blog do Lauro Jardim, do GLOBO.

A pandemia mexeu com a economia e os negócios no mundo todo. Aprenda a investir com a EXAME Academy

Segundo a assessoria do Conar, o código de ética do órgão prevê que peças publicitárias precisam de embasamento para sustentar uma alegação de superioridade em suas campanhas, por meio de pesquisa de um instituto considerado idôneo pelo Conselho de Ética da organização.

Nos três processos, as varejistas apresentaram pesquisas ao Conar para justificar a afirmação de entrega mais rápida do país. Mas a relatora do processo pediu que os três anúncios fossem alterados por considerar necessário que as alegações sejam explicadas com mais detalhes.

No entendimento do órgão, as empresas precisam também fornecer ao consumidor fácil acesso aos dados da pesquisa por meio dos anúncios, a fim de que este possa comprovar a veracidade e honestidade daquela informação.

Entenda os processos

Os três processos no Conar foram movidos pelas varejistas e ainda não transitam em julgado, ou seja, possuem a decisão do julgamento pelo órgão, mas é passível de recurso pelos anunciantes.

Ainda assim, a decisão do Conar em primeira instância deve ser cumprida de imediato pelas empresas.

No final do ano passado, o Mercado Livre representou queixa no órgão contra o Magazine Luiza sobre a alegação da varejista de ter "A entrega mais rápida do Brasil" e também contra a B2W, marca comercial das Lojas Americanas, a respeito do slogan "A maior Black Friday com a entrega mais rápida do Brasil".

No início deste ano, um processo contra o Mercado Livre foi aberto após denúncia da Magazine Luiza, questionando a alegação de "envio mais rápido do Brasil".

Procurados pelo GLOBO, a B2W, Magazine Luiza e Mercado Livre ainda não responderam.

Quais são as tendências entre as maiores empresas do Brasil e do mundo? Assine a EXAME e saiba mais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também