Live icon 

ELEIÇÕES 2022:  

Lula e Bolsonaro vão disputar o segundo turno Veja agora.

As ações que pagam dividendos mais indicadas para setembro

Levantamento feito pela Exame mostra as ações mais recomendadas por 16 corretoras para este mês
Dividendos: Dividendos: são parcelas do lucro apurados de uma companhia e distribuídos na forma de remuneração aos acionistas (Mario Tama/Getty Images)
Dividendos: Dividendos: são parcelas do lucro apurados de uma companhia e distribuídos na forma de remuneração aos acionistas (Mario Tama/Getty Images)
Karla Mamona
Karla MamonaPublicado em 02/09/2020 às 13:54.

As ações da Telefônica Vivo lideram as recomendações de corretoras para setembro entre as boas pagadoras de dividendos. Os papéis da companhia foram indicados por 8 das 16 carteiras consultadas pela EXAME

Os analistas destacam que a empresa é boa pagadora de dividendos e JCP e historicamente adota uma política de antecipação de proventos em relação aos seus resultados do fechamento do ano. O mercado acredita que a Telefônica deverá anunciar proventos antecipados, apesar da pandemia de coronavírus. Além disso, a ação VIVT4 mostra atratividade no nível de preço atual.

Outro destaque entre as boas pagadoras de dividendos está a Taesa, empresa de transmissão de energia. Os analistas ressaltam que em meio a um processo de expansão, em um segmento de baixo risco e bons retornos, a Taesa é uma boa opção para capturar rentabilidade e crescimento, sem grandes sustos decorrentes da volatilidade percebida em meio a pandemia.

Além disso, a companhia tem um bom histórico de distribuição de dividendos e crescimento através de aquisições, sem grandes alterações em seu nível de alavancagem. Nos últimos anos, a companhia aproveitou as oportunidades de crescimento através do desenvolvimento de novos projetos licitados em leilões, assumindo 9 projetos, dos quais 3 já foram finalizados e entraram em operação recentemente. Os seis demais projetos em desenvolvimento devem entrar em operação ao longo dos próximos 2 anos, agregando receita anual da ordem de R$ 570 milhões.  Além dos projetos, a companhia continua atenta a oportunidades de aquisição, tendo executado transações recentemente, sem que afetasse sua política de distribuição de dividendos. 

Veja lista completa abaixo e as recomendação de cada corretora:

Ação Recomendação
Telefonica Vivo (VIVT4) 8
Taesa (TAEE11) 7
Vale (VALE3) 6
Itaúsa (ITSA4) 6
BB Seguridade (BBSE3) 5
Transmissão Paulista (TRPL4) 6
Itaú Unibanco (ITUB4) 4
B3 (B3SA3) 4
BR Distribuidora (BRDT3) 3
Tenda (TEND3) 3
Engie (EGIE3) 2
Sanepar (SAPR11) 2
Banco do Brasil (BBASE3) 2
Hypera (HYPE3) 1
Ecorodovias (ECOR3) 1
Enauta (ENAT3) 1
Cyrela (CYRE3) 1
Santander (SANB11) 1
Cemig (CMIG4) 1
BTG Pactual (BPAC11) 1
Porto Seguro (PSSA3) 1
Bradesco (BBDC4) 1
Gerdau (GGBR4) 1
Bradespar (BRAP4) 1
Copasa (CSMG3) 1
Cesp (CESP6) 1
Direcional (DIRR3) 1
Ferbasa (FESA4) 1
Eletrobras (ELET6) 1
Eletrobras (ELET3) 1
MRV (MRVE3) 1
Alupar (ALUP11) 1

 

 

 

Ativa

Desempenho em agosto: -7,72%
Desempenho no ano: -28,61%
Não houve alteração na carteira.

 

Ação Peso, em %
Itaú Unibanco (ITUB4) 20
Hypera Pharma (HYPE3) 20
Engie Brasil (EGIE3) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20
BB Seguridade (BBSE3) 20

Ágora

Desempenho em agosto: -6,4%
Desempenho no ano: -6,2%
Não houve alteração na carteira.

Ação Peso, em %
Itaú Unibanco (ITUB4) 20
Taesa (TAEE11) 20
Tenda (TEND3) 20
Vale (VALE3) 20
Ecorodovias (ECOR3) 20

Elite

Desempenho em julho: -6,96%
Desempenho no ano: -19,75%
Não houve alteração na carteira.

Ação Peso, em %
BB Seguridade (BBSE3) 20
Itaúsa (ITSA4) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20
Taesa (TAEE11) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20

Guide Investimentos

Desempenho em agosto: -7,84%
Desempenho no ano: -37,21%
Ações excluídas: Cemig (CMIG4), Cyrela (CYRE3) e Itaúsa (ITSA4)
Ações incluídas: Petrobras Distribuidora (BRDT3), BTG Pactual (BPAC11) e Engie (EGIE3).

Ação Peso, em %
B3 (B3SA3) 20
Petrobras Distribuidora (BRDT3) 20
Cyrela (CYRE3) 20
Engie (EGIE3) 20
Vale (VALE3) 20

Genial

Desempenho em agosto: -2,92%
Desempenho no ano: -23,17%
Ações incluídas: Santander (SANB11) e Transmissão Paulista (TRPL4)
Ações retiradas: Itaúsa (ITSA4) e Taesa (TAEE11).

Ação Peso, em %
BB Seguridade (BBSE3) 20
Santander (SANB11) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20
Eletrobras (ELET3) 20
Enauta (ENAT3) 20

Modalmais

Desempenho em agosto: -5%
Desempenho no ano: 5,30%
Não houve alteração na carteira.

Ação Peso, em %
Itaúsa (ITSA4) 20
Banco do Brasil (BBASE3) 20
Taesa (TAEE11) 20
Petrobras Distribuidora (BRDT3) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20

Mycap

Desempenho em agosto: -7,35%
Desempenho no ano: -11,29%.
Não houve alteração na carteira.

Ação Peso, em %
Itaúsa (ITSA4) 20
Telefonica Brasil (VIVT4) 20
B3 (B3SA3) 20
Cemig (CMIG4) 20
Taesa (TAEE11) 20

Necton

Desempenho em agosto: 1,68%
Desempenho no ano: -15,7%
Ações excluídas: Anima e Hermes Pardini.
Ações incluídas: Randon e Guararapes.

Ação Peso, em %
BTG Pactual (BPAC11) 20
Porto Seguro (PSSA3) 20
Bradesco (BBDC4) 20
Vale (VALE3) 20
EDP Energias (ENBR3) 20

Nova Futura

Desempenho em agosto: -3,44%
Desempenho no ano: -7,49%
Não hove alteração na carteira.

Ação Peso, em %
BB Seguridade (BBSE3) 20
B3 (B3SA3) 20
Gerdau (GGBR4) 20
Telefonica Vivo (VIVT4) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20

Planner

Desempenho em agosto: -5,16%
Desempenho no ano: -24,86%
Ações incluídas: Banco do Brasil (BBAS3) Copasa (CSMG3) Direcional (DIRR3) Ferbasa (FESA4) Vivo Telefônica (VIVT4)
Ações retiradas: BB Seguridade (BBSE3) Atacadão (CRFB3) Odontoprev (ODPV3 ) Santander (SANB11) e Tegma (TGMA3)

Ação Peso, em %
Banco do Brasil (BBASE3) 20
Copasa (CSMG3) 20
Direcional (DIRR3) 20
Ferbasa (FESA4) 20
Vivo Telefônica (VIVT4) 20

Quantitas

Desempenho em agosto: -4,36%
Desempenho no ano: -19,06%
Não houve alterações na carteira.

Ação Peso, em %
Banco do Brasil (BBAS3) 20
Eletrobras (ELET6) 20
Taesa (TAEE11) 20
Itaú Unibanco (ITUB4) 20
Vale (VALE3) 20

Rico

Desempenho em agosto: -6,5%
Desempenho no ano: -25%
Ações excluídas: Eletrobras (ELET6) e Taesa (TAEE11)
Ações incluídas: Vale (VALE3) e ALUP11.

Ação Peso, em %
MRV (MRVE3) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20
Copel (CPLE6) 20
Itaúsa (ITSA4) 20
Vale (VALE3) 20

Santander

Desempenho em agosto: -6,45%
Desempenho no ano: -28,13%
Ações excluídas Eletrobras:(ELET6) e Taesa (TAEE11)
Ações incluídas: Vale (VALE3) e Alupar (ALUP11).

Ação Peso, em %
Vale (VALE3) 20
Itaúsa (ITSA4) 20
Alupar (ALUP11) 20
Telefônica Vivo (VIVT4) 20
BBSE3 (BBSE) 20

Terra

Desempenho em agosto: -5,10%
Desempenho no ano: -14,38%
Não houve alteração na carteira.

Ação Peso, em %
Bradespar (BRAP4) 20
B3 (B3SA3) 20
Banco Brasil (BBAS3) 20
Br Distribuidora (BRDT3) 20
Copasa (CSMG3) 20

Toro

Desempenho em agosto: -5,10%
Desempenho no ano: 6,9%
Não houve alteração na carteira.

Ação Peso, em %
Vivo Telefônica (VIVT4) 20
Sanepar (SAPR11) 20
Itaúsa (ITSA4) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20
Taesa (TAEE11) 20

XP Investimentos

Desempenho em agosto: -4,1%.
Desempenho no ano: -13,1%.
Não houve alteração na carteira.

Ação Peso, em %
AES Tietê (TIET11) 20
Cesp (CESP6) 20
Transmissão Paulista (TRPL4) 20
Sanepar (SAPR11) 20
Taesa (TAEE11) 20