Invest

Twitter anuncia fechamento de escritórios após ultimato de Elon Musk a funcionários

Os canais de comunicação interna do Twitter se encheram de funcionários anunciando sua saída

Musk: “Tudo o que é necessário para a aprovação é que seu gerente assuma a responsabilidade de garantir que você esteja fazendo uma excelente contribuição” (Dimitrios Kambouris/Getty Images)

Musk: “Tudo o que é necessário para a aprovação é que seu gerente assuma a responsabilidade de garantir que você esteja fazendo uma excelente contribuição” (Dimitrios Kambouris/Getty Images)

B

Bloomberg

Publicado em 18 de novembro de 2022 às 07h52.

Última atualização em 18 de novembro de 2022 às 07h57.

O Twitter anunciou nesta quinta-feira,17,  que está fechando temporariamente seus escritórios depois que Elon Musk deu um ultimato aos funcionários: fique na empresa “trabalhando longas horas em alta intensidade” ou peça demissão com três meses de indenização.

O fechamento até segunda-feira ocorreu depois que mais trabalhadores do que o esperado optaram pela última opção. Segundo pessoas familiarizadas com a situação, ainda há uma "confusão" sobre quem ainda terá acesso às instalações do Twitter.

É um novo golpe para Musk, que demitiu metade da força de trabalho da empresa ao assumir, antes de pedir que alguns deles voltassem para construir a plataforma que ele imaginava.

Como os canais de comunicação interna do Twitter se encheram de funcionários anunciando sua saída, Musk suavizou seu decreto anterior contra o trabalho remoto. “Tudo o que é necessário para a aprovação é que seu gerente assuma a responsabilidade de garantir que você esteja fazendo uma excelente contribuição”, escreveu em um e-mail na quinta-feira.

Tópicos relacionados à empresa foram tendência nos Estados Unidos após a notícia, incluindo #RIPTwitter, Twitter HQ, Aparentemente Twitter e $ 44 bilhões, que foi o preço que Musk pagou pelo negócio de rede social.

Abaixo está o memorando que a empresa enviou aos funcionários anunciando o fechamento do escritório:

Olá,

A partir de agora, estamos fechando temporariamente nossos prédios de escritórios e todos os acessos aos crachás serão suspensos. Os escritórios serão reabertos na segunda-feira, 21 de novembro.

Obrigado pela sua flexibilidade. Continue cumprindo a política da empresa, evitando discutir informações confidenciais da empresa nas mídias sociais, com a imprensa ou em qualquer outro lugar.

Estamos ansiosos para trabalhar com você no futuro emocionante do Twitter.

LEIA TAMBÉM: 

Acompanhe tudo sobre:Demissõeselon-muskEscritóriosTwitter

Mais de Invest

Pressa e erros de digitação: equívocos ao comprar ações movimentam US$ 3,5 bi por dia nos EUA

Receita paga maior lote de restituição do Imposto de Renda 2024 esta semana; veja quem recebe

Ninguém acerta as seis dezenas do concuso 2729 da Mega-Sena e prêmio vai a R$ 75 milhões

Investidores da Tesla são aconselhados a votar contra bonificação de US$ 56 bi para Musk

Mais na Exame