Invest

Não sou candidata, mas quero mudar o país, diz Luiza Trajano

O interesse de parte das pessoas em ver Luiza Trajano, presidente do conselho de administração da Magazine Luiza, na política é enorme, mas afirma que não irá concorrer

Luiza Trajano: vamos trabalhar no planejamento de educação, saúde, emprego e habitação. Outra frente é estimular nossos cientistas (Lailson Santos/Divulgação)

Luiza Trajano: vamos trabalhar no planejamento de educação, saúde, emprego e habitação. Outra frente é estimular nossos cientistas (Lailson Santos/Divulgação)

DR

Da Redação

Publicado em 21 de outubro de 2021 às 15h14.

Última atualização em 22 de outubro de 2021 às 10h39.

O interesse de parte das pessoas em ver Luiza Trajano, presidente do conselho de administração da Magazine Luiza, na política é enorme, mas uma das executivas mais admiradas do Brasil continua sendo categórica: não é candidata e não vai entrar para disputas partidárias.

"Desde menina, eu sou política, porque eu participo da política do meu país. Realmente estamos precisando de uma mulher [na política], mas eu não vou sair candidata a nada", disse ela durante o evento BTG Bankers Experience, realizado pelo banco de investimentos com a rede de assessores de investimentos da instituição. Apesar de negar a candidatura formal a algum cargo político, Trajano reforçou que vai "atuar fortemente" na área política por meio de iniciativas como o Mulheres do Brasil, do qual faz parte.

"Vamos trabalhar no planejamento de educação, saúde, emprego e habitação. Outra frente é estimular nossos cientistas, estamos em um grupo de reitores e cientistas para pensarmos ações. E precisamos mudar o sistema político-partidário colocando 50% das mulheres nas cadeiras do Congresso.Temos que ter projetos pelo Brasil", afirmou.

Luiza Trajano participou de painel sobre o mundo dos negócios no pós-pandemia ao lado Kristian Huber, co-fundador da Loft, e Thadeu Diz, co-fundador da Zee Dog. Entre os temas comentados, os três empresários falaram sobre a presença da tecnologia nos negócios, a relevância do desenvolvimento da experiência do usuário e o cuidado de não perder relações humanizadas nessa cadeia, para se conectar com clientes e parceiros, especialmente no pós-pandemia.

Acompanhe tudo sobre:BTG PactualEleições 2022EXAME-no-Instagramluiza-helena-trajanoMagazine Luiza

Mais de Invest

Fed: John Williams diz que alta nos salários ainda não desacelerou de modo consistente

UBS anuncia mudanças na diretoria em etapa final da fusão com Credit Suisse

Buffett, Zuckerberg e Musk: além de Sam Altman, veja quem vai doar fortuna para caridade

Adeus, rali do Ibovespa? Veja se Selic a 10% a.a. pode fazer bolsa murchar

Mais na Exame