Acompanhe:

As ações da Hapvida (HAPV3) lideram as quedas do Ibovespa desta segunda-feira, 22. Desde a última semana, os papéis têm sido afetados por notícias de que a companhia seria alvo de investigações do Ministério Público — fato que foi confirmado pela própria.

Por volta das 14h15, as ações HAPV3 caiam 4,73%, cotadas a R$ 3,83. Mas essa não é a maior queda da companhia de planos de saúde. Na quinta-feira, quando o Estadão revelou que a Hapvida NotreDame é alvo de investigação do Ministério Público de São Paulo (MPE-SP) devido ao descumprimento sistemático de decisões judiciais aos beneficiários, os papéis encerraram o pregão com baixa de 6,98%.

Hapvida (HAPV3) na mira do Ministério Público

Na sexta-feira, 19, as ações conseguiram uma leve recuperação, fechando com alta de 0,5%, porém foi depois do fechamento do mercado que a Hapvida confirmou, por meio de fato relevante, que tomou conhecimento do procedimento investigatório em tramitação. “Já tendo obtido acesso aos autos, e que irá contribuir e prestar ativamente os esclarecimentos necessários de forma tempestiva mantendo sua prática de estrita colaboração, apreço e respeito ao Poder Judiciário.”

O levantamento feito pelo Estadão considerou os processos abertos nos últimos oito meses no Foro Central Cível da cidade de São Paulo. Segundo a reportagem, o descumprimento de decisões judiciais teriam aumentado desde a fusão entre a Hapvida e a NotreDame, em 2022, tendo sido contabilizados 126 casos de descumprimento desde maio de 2023.

HAPV3 ainda é principal escolha do Santander

Apesar dos noticiários, a Hapvida permanece como a principal escolha em healthcare do Santander. Em relatório divulgado nesta segunda-feira, o banco espera que a empresa mantenha o foco contínuo na rentabilidade, por meio de aumentos de preços mais elevados a curto prazo, e investimentos para aumentar a verticalização.

“Para 2024, projetamos um aumento de preço de 10,6% em relação ao ano anterior, o que acreditamos ser suficiente para impulsionar uma melhoria de 250 pontos base na medical loss ratio (MLR) em relação ao ano anterior, para 69,4% neste ano”, dizem os analistas.

Confira as últimas notícias de Invest:

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Petz (PETZ3) salta até 46% após anúncio de fusão e ganha R$ 700 mi em valor de mercado
seloMercados

Petz (PETZ3) salta até 46% após anúncio de fusão e ganha R$ 700 mi em valor de mercado

Há 14 horas

Ibovespa sobe em dia de disparada da Petz, mas tem 3ª queda semanal; Emae cai após privatização
seloMercados

Ibovespa sobe em dia de disparada da Petz, mas tem 3ª queda semanal; Emae cai após privatização

Há 15 horas

Ibovespa fecha estável e encerra maior sequência de quedas do ano
seloMercados

Ibovespa fecha estável e encerra maior sequência de quedas do ano

Há um dia

Privatização da Sabesp e balanços de Netflix e TSMC: 3 assuntos que movem o mercado
seloMercados

Privatização da Sabesp e balanços de Netflix e TSMC: 3 assuntos que movem o mercado

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais