Acompanhe:

A preocupação com a economia chinesa criou uma “mudança dramática” nas alocações globais em renda variável: uma corrida em direção aos EUA e um êxodo de mercados emergentes, segundo a última pesquisa do Bank of America com grandes gestoras de recursos.

O BofA disse que o tema “evitar a China” se tornou uma das maiores convicções entre os investidores pesquisados, que têm US$ 616 bilhões sob gestão. Ninguém espera crescimento econômico mais forte no país asiático, ante 78% em fevereiro.

Fique por dentro das últimas notícias no Telegram da Exame. Inscreva-se gratuitamente

Isso teve um impacto na exposição a ações de mercados emergentes, que caiu de 34% overweight para 9% em setembro, o nível mais baixo desde novembro de 2022.

Em compensação, a exposição em ações dos EUA, que estava underweight desde agosto do ano passado, agora está 7% overweight, segundo a pesquisa.

O índice S&P 500 subiu 17% até agora neste ano, enquanto o índice MSCI Emerging Markets subiu apenas 2%.

O sentimento em relação à China ficou mais pessimista do que em setembro do ano passado — antes da reabertura do país. E o setor imobiliário chinês agora é visto como a causa mais provável da próxima turbulência de crédito global.

A maioria dos investidores ainda espera que a economia global evitará uma recessão e terá um “pouso suave”. Mas 53% se preparam para uma economia mais fraca nos próximos 12 meses, acima dos 45% em agosto. A pesquisa foi realizada de 1º a 7 de setembro, com 222 gestores.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
O que esperar do balanço da Vale (VALE3) no 4º tri?
seloMercados

O que esperar do balanço da Vale (VALE3) no 4º tri?

Há 3 horas

Ibovespa volta aos 130 mil pontos com ajuda da Vale
seloMercados

Ibovespa volta aos 130 mil pontos com ajuda da Vale

Há 3 horas

Dólar turismo: moeda americana está à R$ 5 para quem vai viajar; veja como economizar
seloMercados

Dólar turismo: moeda americana está à R$ 5 para quem vai viajar; veja como economizar

Há 4 horas

Buffett, Bezos e Gates: as ações mais negociadas por bilionários no momento
seloMercados

Buffett, Bezos e Gates: as ações mais negociadas por bilionários no momento

Há 4 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais