Mercados

Cotação do bitcoin registra nova queda, próxima de US$ 13 mil

Durante a madrugada, o bitcoin era negociado a 12.248 dólares, contra US$ 15.800 dólares algumas horas antes

Bitcoin: moeda virtual é alvo de uma intensa especulação e sua cotação disparou desde novembro (Dado Ruvic/Illustration/Reuters)

Bitcoin: moeda virtual é alvo de uma intensa especulação e sua cotação disparou desde novembro (Dado Ruvic/Illustration/Reuters)

A

AFP

Publicado em 22 de dezembro de 2017 às 07h36.

A cotação da moeda virtual bitcoin, em baixa desde terça-feira, depois que se aproximou dos 20.000 dólares no início da semana, operava em queda nesta sexta-feira na Ásia, próxima dos US$ 13.000.

Durante a madrugada, o bitcoin era negociado a 12.248 dólares, contra US$ 15.800 dólares algumas horas antes, uma queda de mais de 16%, segundo a agência Bloomberg.

A moeda virtual é alvo de uma intensa especulação e sua cotação disparou desde novembro. O bitcoin iniciou o ano cotado a 1.000 dólares.

Ao contrário do dólar e do euro, esta moeda virtual não é emitida por Bancos Centrais e é criada de maneira descentralizada por computadores que utilizam algoritmos complexos.

Os bancos, que no caso do bitcoin não desempenham seu clássico papel de intermediários nas transações financeiras, criticam particularmente a falta de transparência no estabelecimento de seu preço.

Mas o bitcoin ganhou legitimidade este mês, depois que duas Bolsas de Chicago lançaram produtos especulativos baseados na moeda virtual.

Acompanhe tudo sobre:BitcoinCriptomoedasMercado financeiro

Mais de Mercados

Ações da Tesla caem no aftermarket após queda de 45% no lucro do 2º tri

Biden sai e Kamala entra? Como o turbilhão nos EUA impacta as ações americanas, segundo o BTG

Por que Mohamed El-Erian, guru de Wall Street, está otimista com o cenário econômico

Ibovespa fecha em queda de 1% pressionado por Vale (VALE3)

Mais na Exame