Mercados

Centrais preparam greve geral contra reforma e tudo para ler hoje

Leia as principais notícias desta terça-feira (15) para começar o dia bem informado

Paulo Guedes: o ministro da Fazenda de Bolsonaro defende uma reforma mais dura do que a que está em tramitação no Congresso (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Paulo Guedes: o ministro da Fazenda de Bolsonaro defende uma reforma mais dura do que a que está em tramitação no Congresso (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

DR

Da Redação

Publicado em 15 de janeiro de 2019 às 08h12.

Última atualização em 15 de janeiro de 2019 às 08h54.

Leia as principais notícias para começar o dia bem informado:

As quentes do dia


Bolsonaro faz hoje reunião ministerial antes de assinar decreto de armas
Trata-se da terceira reunião ministerial em duas semanas de governo. O decreto que será assinado visa facilitar a posse de armas de fogo.

Com decreto das armas, agenda de Bolsonaro começa a sair do papel
Cerimônia para assinatura do decreto deve contar com a participação de parlamentares da bancada da bala, que são favoráveis à medida.

Centrais sindicais debatem convocação de greve geral contra reforma da Previdência
Segundo a coluna Painel, da Folha, a primeira reunião das seis maiores centrais sindicais do país após a eleição de Bolsonaro vai começar com um chamado a greve geral

Derrota à vista: parlamento britânico vota texto do Brexit
Parlamento britânico vota hoje texto aprovado entre a primeira-ministra e a União Europeia. Ela não deve conseguir os votos necessários.

Militares ampliam participação na área econômica com Bolsonaro
Almirante foi indicado ontem para chefiar conselho da Petrobras; matéria da Folha traz que oficiais já estão em 4 ministérios e 2 estatais

Regra da Previdência pode igualar PM e Forças Armadas
As aposentadorias dos PMs geraram déficit de R$ 24 bilhões em 2017, segundo dados do Tesouro. É um quarto do rombo total na Previdência dos Estados.

Bolsonaro e outros 141 ex-deputados já podem se aposentar com até R$ 33,7 mil
Parlamentares estão aptos a pedir aposentadoria a partir do mês que vem e podem receber benefício até seis vezes superior ao teto do INSS

Bolsonaro fará campanha pela reforma da Previdência
A popularidade em alta do presidente é uma dos principais trunfos do governo para garantir a aprovação da proposta já no primeiro semestre.

Temporada de resultados considerada crucial começa nos EUA
Afinal, a economia do país está embicando para baixo? Indefinição de traders e de analistas mostra que tudo pode acontecer a partir desta terça-feira.

Salão de Detroit dá adeus ao inverno e aos preços altos
Com dúvidas sobre o futuro do mercado automobilístico, o salão americano vai passar por transformações em 2020.

Ford e Volkswagen cancelam apresentação sobre aliança
"Ainda não temos detalhes suficientes para ficar diante de mais de 500 jornalistas. Assim decidimos cancelar", disse o CEO da Volkswagen.

Dirigente japonês nega subornos para Tóquio sediar próximas Olimpíadas
Takeda, que reuniu a imprensa na capital japonesa, voltou a negar as acusações apresentadas contra ele pela promotoria francesa por "corrupção ativa".

Política e Mundo

Major Vitor Hugo será o líder do governo na Câmara, confirma Bolsonaro. Na sua página no Facebook, o Major é descrito com "particular interesse no que diz respeito à defesa nacional".

Bolsonaro escolhe general como novo porta-voz do governoO nomeado foi o general Otávio Santana do Rêgo Barro, que tem experiência em comunicação social, afirma TV.

Trump diz que Bolsonaro é “grande líder” do Brasil. Presidente dos Estados Unidos defendeu a política comercial de seu governo em discurso realizado na tarde desta segunda-feira, 14.

Governo exonera presidente do Inep, órgão responsável pelo Enem. Questões da prova desagradaram o presidente Jair Bolsonaro, que defendeu que o exame deve cobrar "conhecimentos úteis".

Mais de 500 hondurenhos iniciam uma nova caravana rumo aos EUA
Os imigrantes, incluindo crianças, mulheres e idosos, deixam Honduras alegando falta de trabalho e insegurança no seu país.

Representantes de Pyongyang e EUA devem se reunir em Washington
Mike Pompeo irá se encontrar com o chefe da inteligência da Coreia do Norte nesta semana para definir encontro entre Trump e Kim Jong-un.

Maduro chama Bolsonaro de “Hitler moderno”. Brasil é um dos países da América Latina que não reconhece o novo mandato de Maduro (2019-2025).

Maduro anuncia aumento de 300% no salário mínimo na Venezuela. Valor subiu de US$ 5,22 para US$ 20,9, segundo a taxa oficial de câmbio.

Enquanto você desligou

Suzano confirma conclusão de fusão com a Fibria. Acordo foi submetido à aprovação de todos os órgãos reguladores nacionais e internacionais.

Microsoft anuncia nova presidente no Brasil. Antes de ser convidada para trabalhar na empresa, Tânia Cosentino ocupou diversos cargos na Schneider Eletric.

Empresa elétrica investigada por incêndios na Califórnia declara falência. PG&E também é investigada pelas chamas que atingiram, em 2017, a região vinícola da Califórnia, com 40 mortos.

Bolsa renova máxima histórica e fecha acima dos 94 mil pontos. Proposta de reforma da Previdência do novo governo é o pano de fundo para apostas positivas.

Petrobras retomará programa de desinvestimento após decisão de Toffoli. No último sábado (12), presidente do STF suspendeu a decisão que dificultava a venda de parte dos ativos da Petrobras.

Defasagem na tabela do Imposto de Renda chega a 95,46%. Desde 2015, a tabela do Imposto de Renda não sofre alterações; de 1996 a 2018, a tabela foi corrigida em 109,63%.

Agenda

Nesta terça-feira, serão divulgadas as vendas mensais e anuais no varejo. Nos EUA, a balança comercial, as importações e exportações, os estoques de petróleo bruto semanal e o Índice de Preço ao Produtor (IPP) mensal. Também são aguardados os discursos dos membros do FOMC. Já na Zona do Euro, será divulgada a Balança Comercial e o discurso do presidente do Banco Central Europeu.

Acompanhe tudo sobre:ArmasBrexitDonald TrumpEnemEstados Unidos (EUA)FordGoverno BolsonaroImigraçãoReforma da PrevidênciaReino UnidoSalão de DetroitTheresa MayUnião EuropeiaVolkswagen

Mais de Mercados

Cenário é potencialmente o mais perigoso desde a 2ª Guerra, diz Jamie Dimon, CEO do J.P. Morgan

Bancos abrem temporada de balanços em queda nos EUA; Wells Fargo despenca 7%

Ibovespa sobe pelo 10º pregão seguido e fecha próximo dos 129 mil pontos

Balanços de bancos americanos, PPI dos EUA e pesquisa de serviços do Brasil: o que move o mercado

Mais na Exame