Acompanhe:

B2W contraria mercado e sobe 10% na bolsa

Papéis da companhia eram cotados acima dos 15 reais nesta segunda-feira enquanto Ibovespa afundava


	Centro de distribuição da B2W em São Paulo: no ano os papéis da companhia acumulam perdas de mais de 31%
 (Luis Ushirobira/EXAME.com)

Centro de distribuição da B2W em São Paulo: no ano os papéis da companhia acumulam perdas de mais de 31% (Luis Ushirobira/EXAME.com)

L
Letícia Toledo

24 de agosto de 2015, 16h11

São Paulo - Contrariando todo o movimento do mercado, as ações da B2W subiam mais de 10% nesta segunda-feira.

Os papéis da companhia, que opera as vendas online das Lojas Americanasalém do Submarino e do Shoptime, reverteram a queda de mais de 11% registrada no início do pregão e eram cotados acima dos 15,45 reais.

Na última sexta-feira as ações da empresa fecharam no menor patamar desde o dia 24 de janeiro do ano passado. A alta de hoje não tem nenhuma causa aparente e no ano os papéis ainda acumulam perdas de mais de 31%.