O que é margem EBITDA e como calculá-la?

Saber como analisar a margem EBITDA de uma companhia é de extrema importância para analisar qualquer ação na bolsa de valores
 (Getty/Getty Images)
(Getty/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 26/07/2022 às 11:00.

Margem EBITDA é o nome de um indicador financeiro crucial quando se fala na lucratividade de empresas de capital aberto.

Sendo assim, analisar a margem EBITDA de uma companhia é de extrema importância para analisar qualquer ação na bolsa de valores.

O que é a margem EBITDA?

Margem EBITDA, também conhecida como margem LAJIDA, é a relação entre: o lucro da empresa antes dos juros, impostos, depreciação e amortização; e a receita líquida de uma companhia. Ela tem a função de fornecer a lucratividade de um negócio. 

Sendo assim, saber o que é margem EBITDA é algo muito importante para investidores e empreendedores que querem ter mais clareza sobre a capacidade de uma empresa de gerar lucro. 

Usa-se o EBITDA como numerador pois ele é capaz de fornecer dados sobre a geração de caixa da empresa proveniente de suas atividades operacionais. 

Sendo assim, estudar esse indicador é algo que faz parte da vida profissional de qualquer gestor de fundo de ações na bolsa de valores, por exemplo. 

Dessa forma, é possível tomar melhores decisões na hora de alocar capital em alguma ação. Por fim, isso é muito importante também para o investidor individual.

Como funciona a margem EBITDA?

Primeiramente, essa margem é muito importante por ser capaz de mostrar mais sobre o processo de tomada de decisões de uma empresa. Por isso, é importante saber como funciona a margem EBITDA.

De fato: ainda que impostos, juros, amortização e depreciação sejam informações importantes para qualquer empresa, elas não estão relacionadas diretamente com as operações da companhia.

Assim, analistas e investidores usam para saber quanto uma empresa gera de lucratividade. No entanto, essa margem pode aumentar ou diminuir dependendo do setor de atuação da empresa. 

Além disso, duas empresas do mesmo setor podem ter duas margens distintas, pois elas podem ter diferentes realidades (público-alvo, eficiência de gestão, custos administrativos e outros fatores).

Portanto, é importante analisar todos os aspectos de uma companhia antes de tomar a decisão de investimentos. Analisar uma empresa levando em conta só um indicador é um erro que muitos investidores iniciantes cometem.

Como calcular a margem EBITDA?

O cálculo da margem EBITDA não requer nenhum tipo de conhecimento avançado de contabilidade, podendo ser feito com uma simples calculadora.

A fórmula da margem EBITDA é a seguinte:

Margem EBITDA = (EBITDA/Receita Líquida) x 100

Por exemplo: uma empresa possui uma receita líquida de R$ 800 mil por mês e um EBITDA de R$ 100 mil nesse mesmo período de tempo.

Assim, divide-se o EBITDA pela receita líquida e chega-se ao valor de 0,125. Multiplicando por 100, o resultado é uma margem de 12,5%.

Ou seja, calcular a margem EBITDA é uma tarefa simples que pode ser feita com dados retirados das demonstrações financeiras da empresa.

Esse indicador, por sua importância, já vem indicado em algumas demonstrações financeiras e é capaz de ajudar a encontrar ações com potencial de rentabilidade.

Para que serve a Margem EBITDA?

A função da margem EBITDA é permitir que investidores façam a comparação de empresas de um mesmo setor para achar boas oportunidades de investimentos. 

Por exemplo: se existem duas empresas com um mesmo endividamento e com gestões eficientes, mas uma possui uma margem de 30% e outra de 15%, a primeira tende a ser uma melhor opção de investimento.

Além disso, essa métrica serve para o gestor de uma empresa avaliar quanto dinheiro operacional é gerado por cada dinheiro da receita arrecadado com as vendas de seus produtos e serviços. 

Assim, ele consegue ter uma ideia mais concreta da margem operacional de seu negócio, podendo avaliar então se o negócio está sendo gerido de forma eficiente ou se pode melhorar algum aspecto.

Por isso, é fundamental avaliar essa margem tanto no caso de empreendedores quanto no caso de profissionais do mercado financeiro, como equipes de fundos de investimento fazem. 

Como analisar a Margem EBITDA de uma empresa?

Em primeiro lugar, é preciso saber que os dados necessários para esse cálculo estão disponíveis nas demonstrações financeiras da empresa. Por isso, é possível ir no ambiente de relação de investidores na internet e acessar os dados facilmente.

Assim, é possível calcular rapidamente a margem EBITDA e fazer uma comparação com outras empresas do mesmo setor - seja no contexto nacional ou no contexto internacional. 

Dessa forma, é possível se uma empresa está sendo lucrativa ou se ainda precisa  melhorar sua eficiência operacional. 

No entanto, excluir gastos com dívida pode gerar algumas distorções na avaliação. Isso faz com que algumas empresas usem essa margem para aumentar a percepção de que tiveram um bom desempenho. 

Por isso, vale a pena ficar de olho no endividamento da empresa para saber se seus resultados condizem com esse indicador. Assim, será possível ver se vale a pena alocar capital em uma empresa ou mantê-la na renda fixa, como CDB ou poupança.

Você ainda tem alguma dúvida adicional sobre o funcionamento da margem EBITDA? Confira outros conteúdos como esse em nosso Guia de Investimentos, como:

O que é taxa Selic?
O que é IPCA acumulado?
O que é IOF?