Invest

O que é gateway de pagamento? Saiba como funciona e qual o melhor

Com o artigo abaixo, explore as principais vantagens de adotar uma dessas ferramentas, impulsionando seu negócio para o sucesso no cenário digital.

China - East Asia, Shanghai, QR Code, Paying, Bar Code Reader, Woman (primeimages/Getty Images)

China - East Asia, Shanghai, QR Code, Paying, Bar Code Reader, Woman (primeimages/Getty Images)

EXAME Solutions
EXAME Solutions

EXAME Solutions

Publicado em 14 de agosto de 2023 às 09h30.

Última atualização em 26 de outubro de 2023 às 15h38.

Conheça a essencial função que os gateways de pagamento desempenham na simplificação das transações online, garantindo segurança e agilidade.

O que é gateway de pagamento?

Um gateway de pagamento é uma solução tecnológica fundamental para facilitar transações financeiras online.

Funcionando como uma ponte entre lojas virtuais e instituições financeiras, esse sistema seguro e eficiente permite que clientes realizem pagamentos de forma rápida e conveniente.

Para entender melhor o que é gateway de pagamento, é essencial compreender também que, ao processar informações sensíveis, como dados de cartão de crédito, ele protege essas informações com criptografia, garantindo a segurança das transações.

Essa tecnologia também ajuda a otimizar o fluxo de caixa e simplificar a gestão financeira. Esse é um dos termos de pagamentos online mais usados e conhecidos mesmo por pessoas que não trabalham com negócios digitais.

Ou seja: essa ferramenta torna-se indispensável para empresas que desejam expandir suas operações e conquistar a confiança dos clientes no mundo digital.

Para que serve um gateway de pagamento?

Um gateway de pagamento desempenha um papel fundamental no comércio eletrônico e nas transações financeiras online.

Essa importante ferramenta facilita a integração com diversas formas de pagamento, como cartões de crédito, débito, carteiras digitais e transferências bancárias, tornando o processo de compra mais acessível e agradável para os consumidores.

Por exemplo: o gateway de pagamento do Mercado Pago conta com segurança e fácil integração com várias formas de pagamento, além de taxas atrativas para o empreendedor.

Para empresas, essa tecnologia otimiza o fluxo de caixa, reduz a incidência de fraudes e proporciona uma gestão financeira mais eficiente, impulsionando o crescimento dos negócios no ambiente digital.

Como acontecem as transações financeiras no gateway de pagamento?

Para entender o que é gateway, é preciso compreender que as transações que ocorrem nessa ferramenta são um processo coordenado que garante a transferência segura e eficiente de fundos de clientes para comerciantes.

O processo começa quando um cliente faz uma compra em um site de comércio eletrônico, fornecendo detalhes de pagamento, como número de cartão de crédito, data de validade e código de segurança.

Esses dados são criptografados e enviados ao gateway de pagamento, que, por sua vez, verifica a validade do cartão e a disponibilidade de fundos junto à adquirente.

Após a aprovação, o gateway autoriza a transação e inicia a liquidação, transferindo os fundos do banco do cliente para o comerciante.

Posteriormente, os fundos são depositados na conta do comerciante que, com sua margem de lucro, pode reinvestir em seu negócio.

Essas etapas ocorrem em questão de segundos, assegurando que as transações sejam seguras e eficazes, proporcionando uma experiência tranquila para todas as partes envolvidas.

Quais negócios podem usar gateway de pagamento?

Gateways de pagamento são uma ferramenta essencial para empresas de diversos portes e setores.

Eles possibilitam transações financeiras e, portanto, são relevantes para uma ampla gama de negócios.

  • Empresas de comércio eletrônico: As empresas de e-commerce usam gateways de pagamento para processar compras online de produtos e serviços.
  • Lojas físicas: Aceitam pagamentos eletrônicos por meio de terminais de pagamento que se conectam a gateways.
  • Empresas de serviços: Recebem pagamentos por consultorias, reservas e outros serviços via gateways de pagamento.
  • Restaurantes e hotéis: Usam gateways para processar pagamentos de hóspedes e clientes em seus estabelecimentos.
  • Organizações sem fins lucrativos: Dependem de gateways para receber doações online de apoiadores.
  • Empresas de entretenimento: Vendem ingressos para eventos por meio de gateways de pagamento, facilitando a compra de bilhetes pelos participantes.

Basicamente, qualquer negócio que lide com transações financeiras pode se beneficiar do uso dessa ferramenta para simplificar e garantir a segurança das operações financeiras, independentemente do setor em que atuem. Mas, dependendo do tipo de negócio, a escolha dos melhores gateways de pagamento pode mudar.

Como escolher um gateway de pagamento?

Ao optar entre uma das opções dos melhores gateways de pagamento, é primordial considerar certos aspectos para assegurar uma escolha adequada ao seu empreendimento.

Inicialmente, é relevante compreender as demandas específicas, tais como os meios de pagamento desejados, como Pix, cartões e boleto, suporte a múltiplas moedas e eventuais funcionalidades complementares, como pagamentos recorrentes ou assinaturas.

A segurança emerge como uma prioridade, necessitando-se verificar a conformidade da ferramenta com as normas PCI DSS e a utilização de criptografia robusta para salvaguardar os dados dos clientes.

Adicionalmente, a facilidade de integração com sua plataforma de e-commerce e a eficiência no processamento de pagamentos, tarifas e taxas são igualmente relevantes.

A análise de referências e avaliações de outros usuários pode prover informações valiosas sobre a experiência geral.

Por fim, a disponibilidade de suporte técnico confiável e um atendimento ao cliente ágil são fundamentais para resolver potenciais questões futuras.

Quais são as vantagens do gateway de pagamento?

As vantagens do gateway de pagamento são diversas e desempenham um papel essencial para empresas que operam no ambiente digital.

1. Segurança de dados

A inovadora tecnologia emprega criptografia avançada para proteger informações sensíveis, como dados de cartão de crédito, garantindo transações seguras e evitando fraudes.

2. Conformidade com padrões de segurança

Essas ferramentas geralmente estão em conformidade com os rigorosos padrões de segurança PCI DSS, garantindo o manuseio seguro dos dados do cliente.

3. Diversas opções de pagamento

Um ponto crucial é que essa tecnologia permite a aceitação de várias formas de pagamento, como cartões de crédito, débito, carteiras digitais e transferências bancárias, tornando a experiência de compra mais conveniente para os clientes.

4. Facilidade de integração

Eles são projetados para se integrarem facilmente com plataformas de e-commerce e sistemas de vendas, agilizando a implementação e minimizando problemas técnicos.

5. Aumento das taxas de conversão

Com transações rápidas e seguras, os clientes tendem a confiar mais na loja virtual, resultando em um aumento nas taxas de conversão de vendas.

6. Maior alcance de mercado

Ao aceitar pagamentos online, as empresas podem alcançar clientes ao nível global, ampliando o alcance de seu negócio.

7. Fluxo de caixa otimizado

Eles possibilitam o processamento rápido de pagamentos, melhorando o fluxo de caixa e reduzindo o tempo de espera para o recebimento dos valores.

8. Gestão financeira facilitada

As ferramentas de relatórios e análises fornecidas permitem uma melhor compreensão das transações e facilitam a gestão financeira do negócio.

9. Suporte técnico especializado

Muitas das opções oferecem suporte técnico 24 horas, sete dias da semana, ajudando a resolver problemas e garantindo a estabilidade das operações.

Qual é a diferença entre gateway de pagamento e intermediador de pagamento?

A diferença entre gateway de pagamento e intermediador de pagamento reside em suas funcionalidades e abordagens no processamento de transações online.

Um gateway de pagamento age como uma ponte segura entre a loja virtual e as instituições financeiras, processando os dados do cartão do cliente e garantindo a segurança da transação.

Já o intermediador de pagamento atua como um facilitador que concentra diversas opções de pagamento em um único serviço, permitindo que o cliente escolha entre várias formas de pagamento.

Enquanto o gateway é mais técnico e focado em segurança, o intermediador é uma solução abrangente e amigável para o consumidor e o lojista.

Vale a pena usar um gateway de pagamento?

Definitivamente, usar essa inovadora tecnologia vale a pena para empresas que desejam expandir operações online.

Essa solução tecnológica é essencial para garantir transações de forma segura e rápida, aumentando a confiança dos clientes ao realizar suas compras.

Ele protege as informações sensíveis dos usuários por meio de criptografia avançada, reduzindo os riscos de fraudes e garantindo conformidade com os padrões de segurança.

Além disso, a integração com diversas plataformas de e-commerce e formas de pagamento simplifica o processo de compra para os consumidores, aumentando a conversão de vendas.

Qual a diferença entre gateway de pagamento de intermediador de pagamento?

Os gateways de pagamento e os intermediadores de pagamento desempenham papéis distintos na facilitação de transações financeiras online. A principal diferença entre eles reside na forma como lidam com o fluxo de pagamento e as relações com os clientes e comerciantes.

Os gateways de pagamento são serviços que atuam como uma ponte entre o site de um comerciante e os sistemas de processamento de pagamentos.

Eles são responsáveis por coletar e criptografar informações de pagamento, encaminhando-as para as adquirentes (bancos ou instituições financeiras que processam os pagamentos) e, após a autorização, de volta para o comerciante.

Os gateways são tipicamente usados por empresas que desejam manter maior controle sobre a experiência do cliente e a gestão de pagamentos.

Já os intermediadores de pagamento, como Mercado Pago, oferecem uma solução completa que inclui a gestão de pagamentos e a manutenção de contas para comerciantes e clientes.

Eles lidam com todas as etapas da transação, desde a coleta dos dados de pagamento até o processamento e a liquidação.

Os intermediadores são preferidos por empresas que buscam uma abordagem mais simplificada e terceirizada para o processamento de pagamentos.

Portanto, a escolha entre um gateway de pagamento e um intermediador de pagamento depende das necessidades e preferências do negócio em relação ao controle, complexidade e custos do processamento de transações financeiras online.

Ambas as opções podem ser viáveis para quem quer ser um bom vendedor em seu negócio, sendo necessário avaliar os prós e contras.

Com eficiência no processamento e suporte técnico adequado, o gateway de pagamento é indispensável para empresas que buscam sucesso no comércio eletrônico.

Acompanhe tudo sobre:Guia de Investimentosmeios-de-pagamentoSMB

Mais de Invest

Veja o resultado da Mega-Sena concurso 2749: prêmio acumulado é de R$ 19 milhões

Nota Fiscal Paulista libera R$ 46 milhões em crédito; veja como transferir o dinheiro

Gosta de investir no mercado imobiliário? Aprenda as diferenças entre REITs e FIIs

Os 3 melhores fundos para investir no 2º semestre de 2024, segundo o BTG Pactual

Mais na Exame