Pix: como funciona, quais suas funções e o que é Pix Parcelado

Desde novembro de 2020, os brasileiros podem recorrer a uma opção mais conveniente, moderna e econômica, chamada Pix
 (Rafael Henrique/SOPA/Getty Images)
(Rafael Henrique/SOPA/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 03/08/2022 às 16:24.

Última atualização em 10/08/2022 às 13:46.

Como você costuma realizar os seus pagamentos? Você ainda está gastando dinheiro com taxas bancárias ou perdendo seu tempo esperando que os fundos sejam depositados em sua conta? Então você precisa saber como funciona o Pix.

Desde novembro de 2020, os brasileiros podem recorrer a uma opção mais conveniente, moderna e econômica, chamada Pix, meio de pagamento eletrônico desenvolvido pelo Banco Central do Brasil.

O que é o Pix?

O Pix é um sistema criado pelo Banco Central do Brasil para possibilitar pagamentos instantâneos, se tornando um case de sucesso em outros mercados emergentes. O Pix oferece suporte à interoperabilidade para todas as carteiras que utilizam códigos QR, é prático, rápido, seguro e gratuito para as pessoas. 

Isso significa que transferências e pagamentos podem ser feitos 24 horas por dia, sete dias por semana, em tempo real, de uma conta para outra. Como resultado, um ano após sua criação, em novembro de 2020, o Pix cresceu 14.000% em sua adesão e, em janeiro de 2022, já era utilizado por 71% da população brasileira. 

Como fazer um Pix? 

Consumidores e empresas podem aderir ao sistema cadastrando chaves de identificação como se fossem apelidos para suas contas, feitas por instituições financeiras ou de pagamento.

Os usuários podem usar até cinco chaves por conta e até 20 chaves por empresa. Desta forma, uma vez que a transferência é feita através de um "nickname" único, o valor será creditado na conta correspondente à chave inserida. Assim, os usuários podem usar chaves diferentes para contas diferentes.

É importante observar que existem quatro itens possíveis que podem ser usados ​​como chaves: CPF/CNPJ, número de celular, endereço de e-mail ou criação de números aleatórios.

Após a conclusão de uma transação, um recibo é gerado tanto para o pagador quanto para o destinatário. O recibo gerado ao pagador contém:

  • Número de identificação/transação;
  • Valor da transação;
  • Data e hora;
  • Descrição da transação;
  • Informações do destinatário.

Benefícios do Pix

Tendo em vista que o pagamento com Pix ocorre em tempo real, os comerciantes podem cobrar os pagamentos a qualquer momento após a venda, livrando-se de intermediários. Além disso, os comerciantes podem pagar fornecedores, contratados, trabalhadores temporários ou qualquer parceiro instantaneamente, o que aumenta sua satisfação e melhora as relações comerciais.

Os consumidores não precisam se preocupar em transferir dinheiro apenas durante o horário bancário ou esperar até 3 dias úteis para realizar um pagamento, como no caso dos boletos.

Além disso, as transações Pix são tão seguras quanto às transferências eletrônicas porque dependem de autenticação e criptografia. Desse modo, todos os dados pessoais dos usuários do Pix são protegidos pelo Banco Central do Brasil, em conformidade com todas as regulamentações.

O Pix é seguro?

O Pix traz mais visibilidade às transações e permite rastreabilidade de ponta a ponta. A Rede do Sistema Financeiro Brasileiro (RSFN) é um sistema de comunicação de dados entre instituições financeiras administradas pelo Banco Central, realizando transferências e certificando-as. 

Todas as informações são protegidas pela Lei do Sigilo Bancário (Lei Complementar nº 105/2001) e pela Lei Geral de Proteção de Dados (Lei nº 13.709/2018). Além disso, todas as outras transações financeiras, instituições financeiras e de pagamento também são responsáveis ​​pela fraude. 

Essas instituições são responsáveis por implementar sistemas de mitigação de risco, barreiras antifraude e restrições de valores de transferência. 

Quanto custa o Pix?

O Pix é gratuito para contas pessoa física e pago para pessoas jurídicas. No entanto, o custo é muito menor do que o valor cobrado por TED, por exemplo. Importante destacar que as taxas para empresas podem variar conforme a instituição financeira. 

Quais são as funções do Pix?

A ferramenta para pagamentos instantâneos criada pelo Banco Central possui uma série de soluções para os usuários. Vejamos algumas funções do Pix que podem ser utilizadas: 

Pix Saque

Com o Pix Saque, qualquer usuário pode sacar dinheiro em um dos pontos onde o serviço é prestado. Portanto, qualquer pessoa física ou jurídica com conta Pix pode acessá-la e sacar em estabelecimentos comerciais, redes compartilhadas de caixas eletrônicos etc.

Pix Troco

O Pix Troco está diretamente ligado à compra ou prestação de serviços. Desse modo, um usuário poderia pagar uma conta de R$ 15,00 em uma farmácia, transferir R$ 30,00 para o estabelecimento e receber R$ 15,00 em dinheiro.

Pix Cobrança

O Pix Cobrança é utilizado por empresas que desejam cobrar seus clientes através do Pix. Como resultado, os clientes apontam a câmera de seus celulares para um código QR dinâmico e o valor, data de pagamento e benefício já estão descritos.  

Pix agendado

Por meio do Pix agendado, os usuários podem realizar o agendamento de uma transferência, na data em que for conveniente para o mesmo, realizando o pagamento instantaneamente, nas primeiras horas do dia em que for agendado.

O que é Pix parcelado?

O PIX parcelado é uma forma de realizar a compra de um bem ou produto de forma parcelada via Pix em data pré-determinada. Essa não é uma função oficial do Banco Central, e sim um produto financeiro oferecido por alguns bancos e fintechs, com taxas inclusas nas parcelas.

No entanto, o usuário precisa ter saldo em sua conta a fim de cobrir as parcelas que devem ser pagas.

O Pix tem limite de valor?

Em teoria, não há limites para fazer pagamentos ou transferências por Pix, mas o Banco Central do Brasil tem regulamentações para melhorar a segurança dos métodos de pagamento eletrônico, como o Pix. Vejamos alguns deles:

Limite de horário do Pix

Conforme as limitações impostas pelo regulador financeiro, as transações das 20h às 6h estão limitadas a R$ 1 mil. A nova resolução se aplica também às transferências de fundos e transferências TED para a mesma conta bancária.

Registro de novas contas

As contas cadastradas para receber um limite acima do limite definido devem ser incluídas com pelo menos 24 horas de antecedência. Caso contrário, o pagamento não será realizado.

Solicitação de aumento do Pix

As solicitações de aumento de limite do Pix devem ser feitas com 24 horas de antecedência. Desse modo, o novo limite só estará disponível após este período. Apesar do período demorado, a regra visa garantir que os usuários só solicitem um aumento de limite quando realmente precisarem.

Este artigo te ajudou a entender o que é Pix e quais são suas funções? Confira outros conteúdos como esse em nosso Guia de Investimentos, como:

O que é taxa Selic?
O que é IPCA acumulado?
O que é IOF?