Acompanhe:

Milhas: tudo o que você precisa saber

Programas de milhas ganharam força nos últimos anos e podem ser uma excelente forma de pagar mais barato em suas viagens

Modo escuro

Continua após a publicidade
Avião decolando: brasileiros perdem, por não usar, mais de 40 bilhões de pontos acumulados em cartões de crédito todo ano, segundo dados do Banco Central (Muratart/Thinkstock)

Avião decolando: brasileiros perdem, por não usar, mais de 40 bilhões de pontos acumulados em cartões de crédito todo ano, segundo dados do Banco Central (Muratart/Thinkstock)

Nos últimos anos o assunto das milhas aéreas tomou conta da internet e se tornou uma febre entre a população.

Nesse sentido, hoje você irá aprender tudo sobre milhas, desde o que elas são até como é possível comprar, vender e acumular milhas.

O que são milhas?

As milhas aéreas funcionam como um programa de fidelidade entre as companhias aéreas e seus clientes, onde elas são disponibilizadas a título de retribuição pela utilização dos serviços, mas também é possível comprar milhas.

Para que seja possível receber essa retribuição é fundamental estar cadastrado em um programa de milhas e, após isso, ao utilizar os serviços da companhia inicia-se o pagamento da bonificação.

Nesse sentido, as milhas nada mais são do que uma maneira de incentivo, onde o cliente é bonificado com base na distância percorrida, nos valores pagos a título de tarifa, entre outras características.

Qual a diferença entre pontos e milhas?

Como já mencionado anteriormente, as milhas se tornaram uma febre no mercado brasileiro, onde é possível, até mesmo, realizar cursos para entender cada vez mais e se beneficiar de todas as vantagens que esse produto acarreta.

Entretanto, é muito comum que exista uma equivalência entre milhas áreas e pontos, entretanto eles são bem diferentes.

Nesse sentido, enquanto as milhas aéreas são acumuladas por meio do cadastro nos programas de fidelidade das companhias aéreas e você recebe como bonificação por viajar com ela, os pontos são acumulados e conquistados por meio de utilização de cartões de crédito.

Dessa maneira, enquanto as milhas são exclusivamente conquistas na utilização das companhias aéreas, os pontos são conquistados por realizar compras no cartão de crédito, independente do local em que será utilizado.

Entendida a diferença de cada um deles, é importante lembrar que os pontos acumulados no cartão de crédito são passíveis de trocas por milhas a depender da instituição e de sua parceria com os sites e programas de milhas, porém o inverso não pode ocorrer.

Como funciona um programa de milhas?

O programa de milhas é uma forma de bonificação onde quem recebe os valores poderá, como bem entender, trocá-las por passagens áreas (em alguns casos usar para abater o valor quando não conseguir pagar integralmente com milhas) ou trocar por uma infinidade de produtos.

Para acumular os pontos dentro de cada um dos programas disponibilizados no mercado, o cliente poderá fazê-lo tanto ao comprar passagens quanto ao utilizar serviços em lojas parceiras dos programas, por isso é importante ficar muito atento para não deixar as oportunidades passarem.

Importante lembrar, que para se cadastrar em um programa de milhas não é necessário pagar nada e, além disso, você pode ser membro de mais de um programa para acumular as suas milhas.

Como escolher um programa de milhas?

Para escolher um programa de milhas é fundamental entender quais são as suas principais vantagens e as suas principais formas de utilização.

Para auxiliar no momento de escolher qual o melhor programa para utilizar, separamos 7 dicas para se levar em consideração.

  • Vantagens do programa: avalie de forma detalhada quais são todas as vantagens disponibilizadas pelo programa e, principalmente, se elas fazem sentido para os seus objetivos;
  • Validade: talvez esse seja o ponto mais importante, pois se você não utilizar as milhas acumuladas elas vencem e você as perde;
  • Quantidade de viagens: se você não tem o costume ou não precisa viajar com frequência, provavelmente alguns programas não serão ideias para você;
  • Quantidade mínima de resgate: além da validade, atente-se a quantidade mínima de milhas para utilização, procure por aqueles programas com quantidade menor necessários para troca;
  • Avalie os parceiros do programa: procure pelos programas que oferecem o máximo de benefícios, como salas VIP, franquia de bagagens, entre outras;
  • Destinos: alguns programas são apenas para voos domésticos, portanto se você viaja muito para o exterior, essa modalidade não é a melhor, pesquisar bem sobre o leque de destinos de cada programa;
  • Carência: procure saber como funcionam as transferências e se existe alguma vantagem para realizar a transferência.

Seguindo esses pontos, as chances de acertar na escolha do programa de milhas crescem vertiginosamente.

Como conseguir acumular milhas?

Em relação às milhas, existem basicamente três formas de acumular: através da compra de milhas, pela utilização dos programas de fidelidade das companhias aéreas e pela utilização de cartões de crédito que acumulam pontos que podem ser trocados.

No caso de comprar milhas, existem dias onde os programas de fidelidade das companhias disponibilizam promoções e é possível comprar milhas mais baratas e deixar guardadas para utilizar futuramente ou vender as milhas mais caras, funcionando como uma forma de trade.

A segunda forma é via programa de fidelidade das companhias aéreas, onde o acúmulo das milhas acontece por meio da compra das passagens ou dos produtos e serviços dos parceiros.

Por fim, a última maneira de conseguir acumular milhas é por meio da troca dos pontos acumulados via cartão de crédito a depender da bandeira e do plástico.

Posso transferir pontos para milhas?

Como evidenciado acima, é possível conquistar milhas a partir dos pontos acumulados com o cartão de crédito, por meio das promoções de transferências.

Nesse caso, ocorre uma parceria entre o programa de milhas da companhia aérea e a instituição que emite o cartão de crédito que acumula pontos.

Portanto, é sim possível transferir os pontos para milhas e, em muitos casos, isso pode ser realizado com bonificações.

Assim, em alguns períodos será vantajoso realizar a troca e em outros não, já que existem bonificações de até 80%, onde a cada 100 mil pontos, por exemplo, esses pontos são convertidos em 180 mil milhas.

Importante, porém, atentar-se à validade das milhas, já que em contrapartida da bonificação, a validade para uso das milhas é menor do que aquelas conquistas dentro do programa da companhia.

Como consultar minhas milhas?

A consulta da quantidade de milhas acumuladas, independente da forma como elas foram conquistadas, é realizada dentro dos sites de cada um dos programas em que você se cadastrou.

Assim, é só fazer o login com o usuário e senha criados no momento do cadastro e acessar o seu extrato de milhas, onde estarão dispostas a quantidade e, até mesmo, os pontos que estão para vencer.

Como vender milhas?

Além da troca por produtos e passagens, é muito comum encontrar pessoas que conseguem lucro com a venda de milhas.

Porém, vender as suas milhas não é algo tão simples, já que a negociação deve ser formalizada por empresas com especialização nesta modalidade de negócio.

Em alguns casos, a própria companhia aceita a venda das milhas dentro de seus sites, onde ela envia cotações para a compra que vão variar a depender do prazo escolhido para o recebimento. Assim, quanto maior o prazo para pagamento, maior o valor que será lançado com a venda.

Você quer saber mais a respeito de milhas, investimentos, finanças pessoais e negócios? Então leia os nossos outros artigos abaixo:

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Como investir em dólar? Descubra as 4 melhores formas de investir em dólar
seloGuia de Investimentos

Como investir em dólar? Descubra as 4 melhores formas de investir em dólar

Há 4 dias

Capex e Opex: O que é? Quais são as diferenças? Como analisar?
seloGuia de Investimentos

Capex e Opex: O que é? Quais são as diferenças? Como analisar?

Há 4 dias

O que é taxa DI? saiba tudo sobre como calcular, como funciona e a importância
seloGuia de Investimentos

O que é taxa DI? saiba tudo sobre como calcular, como funciona e a importância

Há 5 dias

Melhor investimento em renda fixa para 2024: entenda tudo sobre a renda fixa e suas oportunidades
seloGuia de Investimentos

Melhor investimento em renda fixa para 2024: entenda tudo sobre a renda fixa e suas oportunidades

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais