Acompanhe:

O Bull Market é um dos mercados que os investidores mais gostam de presenciar e, sem dúvidas, aproveitar.

Isso ocorre, pois é nesse estágio do mercado que os ativos se valorizam e é possível alcançar excelentes rentabilidades estando exposto de forma estratégica as mais variadas classes de ativos.

O que é Bull Market?

O mercado financeiro está repleto de termos utilizados pelos investidores e, um dos termos mais utilizados, principalmente em momentos de alta do mercado, é o bull market.

O significado de bull market, em tradução literal, é “mercado de touro”, é utilizado pelos investidores como uma menção ao mercado com tendência de alta, onde é possível conquistar bons lucros, geralmente para o mercado de ações.

Porém, apesar de estar muito relacionado ao mercado de ações, hoje o termo é utilizado para as diversas classes de ativos, desde a renda fixa até as criptomoedas.

O que é Bear Market?

Do mesmo modo que existe uma terminologia para se referir ao mercado de alta, para o mercado de baixa é utilizado o Bear Market, que em tradução literal significa “mercado do urso”.

Nesse caso, quando os investidores dizem que preveem um bear market, estão sinalizando que esperam queda nos mercados e, que por essa razão, é momento de sair das posições.

Como surgiram o bull e bear market

A origem dos dois termos está relacionada ao professor de Administração da Universidade de Harvard, Richard S. Tedlow.

Segundo o professor, as terminologias estão relacionadas às formas de “atuação” de cada um dos animais.

Assim, enquanto um touro tende a utilizar seu chifre para erguer ou, até mesmo, jogar a sua vítima, isto é, foco no crescimento, no que é alto, o urso tende a dar patadas para baixo e se posicionar sobre as suas presas.

Nesse sentido, quando um mercado é de alta, isto é, que as ações não param de subir, costuma-se relacionar com a “chifrada” do touro, enquanto o mercado de baixa, com as cotações das ações achando, estão realizando a patada para baixo do urso.

Como o Bull Market funciona?

Após entender o que é bull market e bear market, é hora de entender em detalhes como funciona um bull market, independente do mercado analisado.

Como mencionado anteriormente, a característica para chamar um mercado de bull market é a sua tendência de alta.

Normalmente, os investidores citam que nesse mercado os ativos estão em período de bullish, o que demonstra que eles estão animados com os rumos que o mercado irá tomar a partir daquele ponto.

Tecnicamente, um “mercado de touro” ocorre quando uma ação, fundo imobiliário, índice ou criptomoeda atinge uma valorização média de 20% em um determinado período, sem um tempo mínimo ou máximo definido.

Em um bull market é natural que a economia esteja com excelentes sinais de crescimento, bem como sinais de melhora, para o caso de inversão de ciclo econômico, saindo de um momento de crise para um momento de volta da atividade econômica.

Além disso, nesse mercado o interesse por ativos que possuem maior risco eleva-se consideravelmente e os investidores querem muito mais comprar do que vender suas posições.

Portanto, um mercado de bull market funciona com base em uma euforia e um sentimento de otimismo em relação ao futuro por parte dos agentes de mercado, mas principalmente na visão dos investidores.

Quais são os três estágios de um bull market?

Em um bull market é possível dividir, de forma bem clara, 3 fases principais, sendo elas: acumulação, participação pública, euforia.

Na fase de acumulação, geralmente próxima ao momento do ciclo econômico onde os dados divulgados mostram recuperação, existe uma elevação dos preços dos ativos, mas não é um movimento sustentável, sendo apenas um “ponto fora da curva”.

A segunda fase é da participação pública, ou seja, quando a maioria dos investidores considera que o mercado está bem e que irá apresentar boas rentabilidades.

Aqui, começam a surgir as dicas de investimentos entre amigos, a bolsa de valores começa a ser notícia.

Por fim, a fase da euforia, que é quando todo o mercado quer se expor aos ativos que estão com grande valorização, mas é aqui que o bull market inicia a sua última pernada para iniciar a correção.

Nessa fase, normalmente, investidores mais experientes se desfazem de algumas posições com lucro e guardam os recursos esperando uma correção do mercado para comprar mais barato.

Portanto, é nessa fase que o mercado começa a repensar suas posições e começa a projetar uma piora do mercado, o que dá início ao bear market.

Como aproveitar o Bull Market?

Em investimentos, independente da classe de ativos que você irá alocar, para aproveitar a valorização e alcançar lucros é fundamental se posicionar de forma antecipada e, para isso, é fundamental entender sobre ciclos de mercado.

Ao entender como funcionam os ciclos econômicos é possível perceber em que etapa do ciclo uma economia está e, com isso, saber qual é o próximo passo e quais aplicações se beneficiam desse novo estágio do ciclo que virá em um futuro, muitas vezes pouco distante.

Outro fator muito importante para aproveitar um mercado de alta, é saber gerenciar riscos. Esse gerenciamento pode ser realizado por meio da montagem de uma carteira diversificada, mas também por meio de posições defensivas, como a renda fixa.

Além disso, para aproveitar os ciclos e, consequentemente, o mercado de alta, é fundamental estar exposto a commodities e, principalmente, ações, seja de forma direta ou por meio de fundos.

De maneira geral, a melhor forma de aproveitar um bull market é ter uma estratégia de investimentos clara, uma carteira diversificada e saber os momentos de aumentar e diminuir posições estratégicas.

Você quer saber mais a respeito de bull market, investimentos, finanças pessoais e negócios? Então leia os nossos outros artigos abaixo:

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
CPA-20: o que é, como funciona, o que cai na prova e como tirar a certificação
seloGuia de Investimentos

CPA-20: o que é, como funciona, o que cai na prova e como tirar a certificação

Há 7 horas

O que é uma instituição financeira e quais tipos existem?
seloGuia de Investimentos

O que é uma instituição financeira e quais tipos existem?

Há um dia

18 livros sobre investimento que você precisa conhecer
seloGuia de Investimentos

18 livros sobre investimento que você precisa conhecer

Há 2 dias

O que é internet Internet Banking? Tudo que você precisa saber [Guia Completo]
seloGuia de Investimentos

O que é internet Internet Banking? Tudo que você precisa saber [Guia Completo]

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais