• AALR3 R$ 20,34 1.40
  • AAPL34 R$ 67,96 -2.78
  • ABCB4 R$ 17,36 4.52
  • ABEV3 R$ 14,11 -0.77
  • AERI3 R$ 3,72 -1.59
  • AESB3 R$ 10,75 0.66
  • AGRO3 R$ 30,95 1.08
  • ALPA4 R$ 20,84 -0.48
  • ALSO3 R$ 19,10 -1.29
  • ALUP11 R$ 26,71 1.17
  • AMAR3 R$ 2,45 4.26
  • AMBP3 R$ 30,53 -2.12
  • AMER3 R$ 23,10 0.65
  • AMZO34 R$ 67,45 -0.34
  • ANIM3 R$ 5,50 -0.72
  • ARZZ3 R$ 81,36 -0.60
  • ASAI3 R$ 15,39 -0.06
  • AZUL4 R$ 21,23 0.00
  • B3SA3 R$ 11,82 2.34
  • BBAS3 R$ 35,68 -0.64
  • AALR3 R$ 20,34 1.40
  • AAPL34 R$ 67,96 -2.78
  • ABCB4 R$ 17,36 4.52
  • ABEV3 R$ 14,11 -0.77
  • AERI3 R$ 3,72 -1.59
  • AESB3 R$ 10,75 0.66
  • AGRO3 R$ 30,95 1.08
  • ALPA4 R$ 20,84 -0.48
  • ALSO3 R$ 19,10 -1.29
  • ALUP11 R$ 26,71 1.17
  • AMAR3 R$ 2,45 4.26
  • AMBP3 R$ 30,53 -2.12
  • AMER3 R$ 23,10 0.65
  • AMZO34 R$ 67,45 -0.34
  • ANIM3 R$ 5,50 -0.72
  • ARZZ3 R$ 81,36 -0.60
  • ASAI3 R$ 15,39 -0.06
  • AZUL4 R$ 21,23 0.00
  • B3SA3 R$ 11,82 2.34
  • BBAS3 R$ 35,68 -0.64
Abra sua conta no BTG

Quatro coisas que você pode fazer para tornar sua casa mais inteligente

Mercado já conta com dispositivos capazes de otimizar a vida doméstica, como lâmpadas e interruptores, fechaduras e câmeras Wi-Fi totalmente integrados
 (Divulgação/Intelbras)
(Divulgação/Intelbras)
Por exame.solutionsPublicado em 08/02/2022 10:00 | Última atualização em 09/02/2022 10:39Tempo de Leitura: 5 min de leitura

O mercado de smart home está em ascensão no Brasil, sobretudo após o início da pandemia de coronavírus. A previsão do IDC Brasil aponta que o mercado brasileiro de casas inteligentes irá crescer cerca de 30% nos próximos anos ⎯ índice superior à taxa de crescimento global, que ficará em torno de 11,9%. Dispositivos para melhorar a interação e a conectividade são os mais adotados, como câmeras, lâmpadas, interruptores, sensores, fechaduras eletrônicas e alto-falantes inteligentes. Passando mais tempo dentro de casa, as pessoas demandam residências mais confortáveis, eficientes e seguras.

Veremos a ascensão dos dispositivos de smart home de forma tão acelerada no Brasil também graças à implementação da internet 5G, que deve impulsionar a venda e instalação de soluções inteligentes em todo o país.

Essa evolução constante das tecnologias de internet permite que os dispositivos se tornem cada vez mais funcionais, com soluções integradas capazes de trazer mais segurança, conforto, agilidade e praticidade ao dia a dia das pessoas.

Outra consequência do avanço dessas tecnologias é a redução de custos, que torna os produtos cada vez mais acessíveis, intuitivos e fáceis de utilizar.

Acender as luzes manualmente, nunca mais

Fabio Sebastiani, diretor de unidade de negócios da Intelbras ⎯ empresa brasileira desenvolvedora de soluções em segurança, comunicação e energia e com uma linha completa de produtos para casa inteligente, explica que o consumidor brasileiro tem hoje à sua disposição produtos acessíveis e fáceis de configurar e utilizar.

“É possível adquirir os dispositivos aos poucos, e ir criando sua casa inteligente, sem mistério. Várias tarefas rotineiras, como ligar e desligar as luzes, acionar o ar-condicionado, cafeteira, TVs smart e outros eletros, ou mesmo desligar tudo automaticamente, podem ser feitas de maneira fácil por meio de aplicativo, comando de voz ou automações”, diz o executivo. “É possível também atender visitas remotamente, ser notificado se algo acontecer em casa, e criar cenários de acordo com as necessidades da família; enfim, são diversas as vantagens e as possibilidades.”

Os produtos também podem ser acionados por geolocalização. Ou seja, ao chegar em casa, o morador pode ter o ambiente climatizado, a iluminação que mais lhe agrada, ter sua playlist favorita tocando e até abrir cortinas e persianas.

Sebastiani explica que até mesmo os horários de lazer podem ser programados: “Na hora de assistir à sua série ou ao filme predileto, você pode criar uma automação, também chamada de cena, para que as luzes se apaguem, as cortinas se fechem e a TV e o ar-condicionado liguem. Até a pipoca pode começar a ser feita em uma pipoqueira ligada a um conector smart. São muitas as possibilidades, e você pode controlar tudo do seu jeito, com as suas rotinas, da forma como preferir”.

Casas inteligentes

Alguns exemplos de tecnologias já disponíveis no Brasil:

  • Lâmpadas inteligentes
  • Fechaduras digitais
  • Interruptores
  • Câmeras Wi-Fi
  • Videoporteiros
  • Smart speaker
  • Smart box TV
  • Sensores de movimento e abertura
  • Sensores de temperatura e umidade
  • Detectores de gás, fumaça e monóxido de carbono
  • Controladores para iluminação e energia
  • Controladores para portão de garagem
  • Controladores para cortinas
  • Smart controle universal infravermelho

Com tantas opções disponíveis no mercado, pode parecer difícil saber por onde começar a montagem de uma casa inteligente. A dica de Sebastiani é pensar em quais atividades do dia a dia o usuário gostaria que fossem automatizadas.

Mais economia para o dia a dia

Além de economizar tempo, os dispositivos domésticos inteligentes também contribuem para a redução na conta de energia elétrica, pois melhoram a eficiência de seu uso.

Um exemplo prático para essa redução, segundo Sebastiani, é por meio das lâmpadas e controladores, que ligam e desligam as luzes e os eletrônicos em horários predefinidos ⎯ evitando que esquecimentos corriqueiros aconteçam.

“Outro exemplo bastante interessante e que demonstra as diversas possibilidades de integração é a utilização do sensor de movimento em conjunto com o smart controle universal infravermelho: o usuário pode criar uma automação para desligar o ar-condicionado se não for detectado movimento no ambiente durante determinado tempo”, complementa.

A segurança dos lares também pode ser implementada. Sensores de abertura de portas de janelas, câmeras Wi-Fi e sensores de movimento coíbem furtos; enquanto os detectores de gás e fumaça evitam danos ao patrimônio.

Quatro dicas para iniciar no mundo das casas inteligentes

Adquira produtos aos poucos, conforme suas necessidades
Aqui vale pensar naquelas tarefas cotidianas, desde as mais simples, como acender uma luz ao anoitecer, e que podem ser automatizadas. Assim fica mais fácil definir quais produtos podem ser os primeiros a ser comprados. Com o tempo, outros dispositivos podem ser adquiridos e facilmente adicionados à solução, trazendo cada vez mais possibilidades de automações.

Confira a qualidade do Wi-Fi
Para ter uma casa inteligente em pleno funcionamento, é preciso sempre verificar a eficiência da rede Wi-Fi. Uma casa inteligente começa com uma rede de qualidade, que funciona bem na casa toda. Os roteadores da linha Twibi, segundo Sebastiani, possuem a tecnologia Mesh, recomendada para ambientes maiores e com muitos dispositivos conectados à rede ao mesmo tempo.

Conte com ajuda profissional

É importante ressaltar que a maior parte dos produtos inteligentes é simples de instalar, mas alguns podem precisar do auxílio de um profissional, que poderá ajudar na escolha dos dispositivos a ser utilizados de acordo com a expectativa de uso e necessidades, assim como na instalação.

Comece pelas luzes

Outra dica são os interruptores touch e também os controladores. Aqui o consumidor precisará contar com a ajudinha de um profissional ⎯ nada muito complicado. A vantagem desses dispositivos é que eles dão inteligência à iluminação já existente no ambiente, permitindo programar horários para acender e apagar, comandar por voz ou app.

Agora que você sabe como é fácil começar a deixar sua casa inteligente, acesse a página da linha Izy e conheça toda a linha smart da Intelbras.