De Bugatti a Rolls-Royce: conheça os 10 carros mais caros do mundo

Com modelos feitos sob encomenda e superesportivos que superam os 480 km/h, preços podem superar os R$ 140 milhões

Modelo mais exclusivo custa até 17 vezes vezes o preço da Ferrari mais cara do Brasil (Rolls-Royce/Divulgação)

Modelo mais exclusivo custa até 17 vezes vezes o preço da Ferrari mais cara do Brasil (Rolls-Royce/Divulgação)

GA

Gabriel Aguiar

Publicado em 16 de dezembro de 2022 às 10h00.

Você sabia que a Ferrari SF90 Spider é a opção mais exclusiva da marca italiana no Brasil? Por aqui, o superesportivo conversível é vendido a 8,4 milhões de reais – e está disponível em estoque –, só que o preço é uma verdadeira bagatela quando comparado aos carros mais caros do mundo. Prova disso é que o fabricante sequer aparece na seleta lista dos dez modelos mais dispendiosos.

VEJA TAMBÉM

Tiffany & Co. lança relógio de mesa com estilo de carrinho de brinquedo

Os Melhores Carros 2022: veja o ranking da CASUAL Exame

Confira quais são os 10 carros mais caros do mundo

Bugatti Chiron Super Sport 300+ - 5,7 milhões de dólares (30,2 milhões de reais)

Bugatti Chiron Super Sport 300+

Bugatti Chiron Super Sport 300+ (Bugatti/Divulgação)

Não surpreende que o primeiro modelo produzido em série a superar a barreira dos 300 milhas por hora (equivalente a mais de 490 km/h) faça parte do ranking. Essa versão se diferencia pela atenção especial dada ao motor W16 8.0 quadriturbo, que chegou aos 1.600 cv de potência. Por outro lado, quase não há mudanças em relação ao visual, o que torna essa uma opção “discreta”.

Bugatti Divo - 5,8 milhões de dólares (30,8 milhões de reais)

Bugatti Divo

Bugatti Divo (Bugatti/Divulgação)

Criado como opção mais exclusiva ao Bugatti Chiron, o Divo teve somente 40 unidades produzidas, sempre com destaque para os detalhes pensados para melhorar ainda mais o desempenho. Sendo assim, as rodas ficaram mais leves e até parte do isolamento acústico foi removido para aproveitar todo potencial do motor W16 8.0 quadriturbo. Para completar, o desenho é totalmente exclusivo.

SP Automotive Chaos - 6,4 milhões de dólares (34 milhões de reais)

SP Automotive Chaos

SP Automotive Chaos (SP Automotive/Divulgação)

Nunca ouviu falar dessa marca? Tudo bem. Essa desconhecida foi apresentada há pouco tempo ao mercado e, mesmo assim, já conseguiu lugar de destaque entre os principais fabricantes do mundo. Na versão “mansa”, o Chaos tem motor V10 4.0 biturbo com 2.076 cv de potência, mas a promessa é de que futuramente exista uma opção ainda mais absurda, chamada Zero Gravity, com até 3.106 cv.

Pagani Codalunga - 7,4 milhões de dólares (39,3 milhões de reais)

Pagani Codalunga

Pagani Codalunga (Pagani/Divulgação)

Como o próprio nome já adianta, o principal diferencial deste modelo é a traseira alongada, recurso comum aos carros de corrida. Tomando como base o moderno Huayra, esse superesportivo feito de maneira artesanal teve apenas cinco unidades produzidas, sempre com motor V12 6.0 biturbo.

Maybach Exelero - 8,0 milhões de dólares (42,5 milhões de reais)

Maybach Exelero

Maybach Exelero (Maybach/Divulgação)

Esse modelo one-off – como são chamadas as unidades únicas criadas sob encomenda – nasceu com a missão de testar pneus para a Fulda, subsidiária alemã da Goodyear, e recuperar o legado perdido durante a Segunda Guerra Mundial. Isso porque a empresa também encomendou uma versão única do Maybach SW38 em 1938 para provas de desempenho, só que o carro desapareceu em meio aos conflitos. Nesta segunda “escarnação”, o esportivo renasceu com motor V12 biturbo de 700 cv.

Bugatti Centodieci - 9,0 milhões de dólares (47,8 milhões de reais)

Bugatti Centodieci

Bugatti Centodieci (Bugatti/Divulgação)

Criado em homenagem ao passado da marca, esse hiperesportivo remete ao clássico EB110 – que, não por acaso, se diz ‘centodieci’ em italiano. E se o estilo tem forte inspiração na década de 1990, toda estrutura e mecânica vêm do aclamado Bugatti Chiron, mas apenas dez sortudos poderão ter esse modelo na garagem e um deles é o jogador Cristiano Ronaldo, fã assumido da marca.

Rolls-Royce Sweptail - 12,8 milhões de dólares (68 milhões de reais)

Rolls-Royce Sweptail

Rolls-Royce Sweptail (Rolls-Royce/Divulgação)

Criado sob encomenda pela marca inglesa, esse carro reúne as tecnologias atuais às linhas dos anos 1920 e 1930. E o resultado foi tão bem-recebido que, na época do lançamento, em 2017, o Sweptail foi considerado o modelo mais caro do mundo. Já não ocupa o topo da tabela? Não. Só que isso não parece ser problema para esse ícone da indústria, que teve apenas uma única unidade produzida.

Pagani Zonda HP Barchetta - 17,6 milhões de dólares (93,4 milhões de reais)

Pagani Zonda HP Barchetta

Pagani Zonda HP Barchetta (Pagani/Divulgação)

No processo natural do mercado, quando determinado produto é substituído, acaba perdendo valor diante do sucessor. Mas não foi isso que aconteceu com o Zonda – primeiro carro desenvolvido pela Pagani: em vez de retirar o esportivo de linha, a marca italiana criou edições especiais. No caso desta versão, a inspiração veio dos barcos e, por isso, o teto foi retirado e o para-brisas também é menor.

Bugatti La Voiture Noire - 18,7 milhões de dólares (99,4 milhões de reais)

Bugatti La Voiture Noire

Bugatti La Voiture Noire (Bugatti/Divulgação)

Não é qualquer carro que se compromete à missão de superar o hiperesportivo Bugatti Chiron, que é tido como um dos modelos de produção mais luxuosos e rápidos do mundo. Neste caso, a aposta veio da própria casa francesa, que tomou como inspiração o clássico Type 57 SC Atlantic da década de 1930, sem deixar de lado a modernidade do motor W16 7.0 quadriturbo com cerca de 1.500 cv.

Rolls-Royce Boat Tail - 28,0 milhões de dólares (148,9 milhões de reais)*

Rolls-Royce Boat Tail

Rolls-Royce Boat Tail (Rolls-Royce/Divulgação)

Ainda que o preço exato desse modelo seja mantido sob segredo pelo fabricante inglês, há distância suficiente para garantir a primeira posição sem grandes ameaças. Feito sob encomenda, o Boat Tail teve como inspiração os iates e, por isso, remete ao deck de madeira, além de incluir um guarda-sol integrado na parte traseira. Revelado durante o Concorso d’Eleganza Villa d’Este de 2021, na Itália, o Rolls-Royce tem motor V12 6.75 biturbo com aproximadamente 570 cv (também não confirmados).

*Preço estimado

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.

Acompanhe tudo sobre:Carros

Mais de Casual

Retrato misterioso pintado por Klimt está à venda por 32 milhões de dólares

Conheça apartamento avaliado em R$ 19,8 milhões com campo de golfe e piscina suspensa na varanda

11 livros essenciais para o sucesso recomendados por CEOs e grandes executivos

Executivo da Uniqlo: consumidor quer versatilidade nas peças de roupa

Mais na Exame