Vendas de coleção de NFTs baseada em anime superam Bored Ape e CryptoPunks

Conheça a coleção que se autodenomina como os “skatistas da internet” e que agora ameaça o reinado da Bored Ape Yacht Club e CryptoPunks no mundo dos NFTs
NFTs são inspirados na estética dos animes asiáticos (Forbes/Reprodução)
NFTs são inspirados na estética dos animes asiáticos (Forbes/Reprodução)
M
Mariana Maria Silva

Publicado em 16/02/2022 às 16:44.

Última atualização em 16/02/2022 às 18:34.

    A dominância no volume de negociações do mercado de NFTs por parte das aclamadas coleções Bored Ape Yacht Club e CryptoPunks pode estar ameaçada. Isso porque a “novata” Azuki, projeto que se autodenomina de “skatistas da internet”, ultrapassa recordes de vendas desde o seu lançamento, no início de 2022.

    Com 10 mil NFTs de personagens inspirados no animes asiáticos, a coleção já arrecadou mais de 300 milhões de dólares em vendas nos últimos 30 dias, chegando ao primeiro lugar em volume de negociação mensal no OpenSea, principal marketplace de tokens não-fungíveis da atualidade.

    Dados do OpenSea e de outros marketplaces de NFTs, exceto LooksRare (Forbes/OpenSea/Reprodução)

    Agora, um único Azuki custa pelo menos 43 mil dólares, podendo chegar até 500 mil, segundo dados do DappRadar. Desde seu lançamento, em 12 de janeiro, a coleção vem abalando o mercado. Na venda pública, todos os NFTs foram vendidos em apenas 4 minutos, segundo informações do OpenSea divulgadas pela Forbes.

    Bem como acontece com os NFTs da Bored Ape Yacht Club, possuir um Azuki te dá benefícios extras que vão além da obra de arte digital. É possível ter acesso à lançamentos e experiências exclusivas, e participar do metaverso da coleção, chamado “The Garden”, ou “O Jardim”, em português.

    Conquistando a oitava posição entre as coleções mais negociadas de todos os tempos, a debutante chama a atenção por sua qualidade e representatividade. A Chiru Labs, empresa por trás dos NFTs inspirados em animes asiáticos, conta com Arnold Tseng como um dos fundadores. Tseng já foi responsável pelo design de personagens para o jogo Overwatch, um sucesso da Activision Blizzard. Os outros quatro fundadores da Azuki, permanecem anônimos.

    “Zzzagabond”, um dos fundadores que escolheu viver na internet sob um pseudônimo, revelou à Forbes que a identificação com o projeto pode ter sido um dos motivos para tanto sucesso. “Meu palpite é que eles (os compradores) são asiáticos que, pela primeira vez, veem arte com a qual realmente se identificam. Conversei com alguns investidores asiáticos que me contaram que este era o primeiro NFT que compraram”, afirmou o criador, nascido na China.

    A partir de dados tão impressionantes, o céu é o novo limite da Azuki. Com planos ambiciosos, a Chiru Labs vai lançar no final deste mês uma linha de roupas, e não pretende parar nisso. A intenção é chegar à Hollywood com séries de anime, jogos e ainda mais produtos.

    “O nosso sonho para a Azuki é ter uma propriedade intelectual tão grande, que haverá uma série animada, e talvez até jogos e todos os tipos de produtos promocionais”, afirmou Arnold Tseng, um dos fundadores da marca.

    Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok