Future of Money
Acompanhe:

Torcedores criam organização em blockchain e querem comprar time da NFL

BuyTheBroncosDAO quer arrecadar US$ 4 bilhões para comprar o Denver Broncos, time da NFL que está à venda; DAOs usam cripto e blockchain para permitir organizações coletivas descentralizadas

Atual proprietário do Denver Broncos pretende concluir venda da franquia até setembro (Dustin Bradford/Getty Images)

Atual proprietário do Denver Broncos pretende concluir venda da franquia até setembro (Dustin Bradford/Getty Images)

G
Gabriel Marques

21 de fevereiro de 2022, 17h36

Um grupo de torcedores do Denver Broncos, da NFL, está tentando utilizar a tecnologia blockchain e as criptomoedas para comprar o time de futebol americano. Para isso, eles criaram uma Organização Autônoma Descentralizada (DAO) chamada de BuyTheBroncosDAO e tentam reunir interessados em participar da empreitada para juntar o dinheiro necessário para a operação, estimada em 4 bilhões de dólares (20,4 bilhões de reais).

As DAOs são organizações em blockchain que usam contratos inteligentes para permitir que seus participantes tomem decisões coletivas sobre governança, operações e liderança. Com o uso de criptoativos - no caso, os chamados tokens de governança - as DAOs possibilitam uma organização coletiva que pode ser aplicada para diversos fins. Por exemplo, moradores de um mesmo condomínio, poderiam se organizar em uma DAO, onde cada token representa um imóvel e o direito a um voto. Assembleias e decisões poderiam ser tomadas de forma totalmente digital.

Uma DAO também pode ser uma maneira eficiente para torcedores se juntarem para arrecadar fundos, comprar uma equipe e administrá-lo em conjunto, de maneira descentralizada e democrática. É isso que pretende fazer a BuyTheBroncosDAO. Segundo o site do projeto, a organização é uma espécie de "cooperativa virtual" que usa a tecnologia blockchain para validar os membros do grupo e facilitar a distribuição de grandes quantias de dinheiro.

Até agora, advogados, contadores, desenvolvedores de software, atletas profissionais e até um matemático já estão envolvidos no projeto. Uma dessas pessoas é Sean O’Brien, que passou 10 anos de sua carreira profissional no departamento jurídico da Cisco, provedora de serviços de internet norte-americana. “Sabemos que soa um pouco louco, mas também é meio desafiador e incrível”, disse O’Brien à CNBC. “O propósito é essencialmente estabelecer uma infraestrutura para que fãs de todas as áreas possam ser donos do Denver Broncos”, concluiu.

Embora os smart contracts estejam prontos e as carteiras digitais também, a DAO não vai ao ar até a primeira semana de março, segundo O’Brien. Segundo a ESPN, o valor dos Broncos, que está à venda, será o maior da história da NFL: 4 bilhões de dólares. O objetivo do atual dono da franquia é que a negociação seja finalizada antes do início da próxima temporada, em setembro, deixando um prazo bastante curto para a organização descentralizada conseguir realizar uma operação tão complexa.

Uma esperança para os apoiadores do projeto é o governador do Colorado, estado onde a equipe fica sediada, que anunciou recentemente planos para aceitar criptomoedas como forma de pagamento de impostos até o meio do ano. Em uma entrevista durante um evento focado em cripto, o governador disse que acharia “maravilhoso” se a DAO fosse bem sucedida.

“Eu ficaria animado de fazer parte”, disse o governador Jared Polis. “O desafio é que é muito dinheiro. Mas você sabe o que? Se sua imaginação é grande o suficiente, então pode acontecer. Tudo que eu puder fazer para ajudar, ficaria mais do que feliz em fazer”, completou.

Maior liga esportiva dos EUA, a NFL é também bastante amigável ao mercado de criptoativos, com diversas ações e iniciativas ligadas ao setor. Tom Brady, um dos maiores astros da história do esporte, se aposentou para focar em um nova plataforma de NFTs, e o Super Bowl, como é chamada a grande final da NFL, teve seus ingressos de forma digital pela primeira vez, com direito até a NFTs. O evento também teve uma série de anúncios publicitários ligados ao mercado cripto em 2022.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok