Plataforma de NFTs de Tom Brady conclui captação de quase R$ 1 bilhão

A rodada de investimentos da plataforma da estrela da NFL , que já emitiu NFTs de Tiger Woods, Simone Biles e The Weeknd foi liderada pela Andreessen Horowitz e Kleiner Perkins
Plataforma foi lançada em julho de 2021 (Getty Images/Douglas P. DeFelice)
Plataforma foi lançada em julho de 2021 (Getty Images/Douglas P. DeFelice)
Por CoindeskPublicado em 20/01/2022 12:06 | Última atualização em 20/01/2022 12:06Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Autograph, uma plataforma de tokens não-fungíveis (NFTs), que tem como cofundador Tom Brady, estrela da NFL, concluiu uma nova rodada de investimentos de 170 milhões de dólares que foi liderada pela Andreessen Horowitz (a16z) e pela Kleiner Perkins.

Outros participantes da rodada foram Nicole Quinn, sócia geral da Lightspeed Venture Partners, e a nova empresa de venture capital de Katie Haun, ex-executiva da a16z.

Como parte do investimento, Haun, os sócios gerais da a16z Arianna Simpson e Chris Dixon e o sócio da Kleiner Perkins, Ilya Fushman, se juntarão ao conselho de administração da Autograph.

Fundada em julho de 2021, a Autograph lançou coleções de NFTs com Brady, Tiger Woods, Naomi Osaka, The Weeknd, Simone Biles, Tony Hawk e Darek Jeter. Brady e The Weeknd também são membros do conselho da Autograph.

"Estamos no meio de um momento emocionante na evolução da próxima geração da internet", disse Haun em um comunicado de imprensa. "A Autograph montou uma equipe de alto nível que entende como construir experiências de produtos confiáveis ​​e encantadoras ​​que irão acelerar a adoção cripto".

No mês passado, Haun anunciou que estava deixando a a16z para iniciar sua própria empresa de venture capital focada em cripto. Haun busca captar 900 milhões de dólares para uma série de fundos de investimento.

Texto traduzido por Mariana Maria Silva e republicado com autorização da Coindesk

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok