Future of Money
Acompanhe:

'Inverno cripto': Número de milionários de bitcoin cai 80% em 2022

Investidores milionários de bitcoin perdem boa parte do patrimônio e deixam de ser milionários após queda significativa da criptomoeda em 2022

Bitcoin sofre perdas em 2022 com "inverno cripto" (Cemile Bingol/Getty Images)

Bitcoin sofre perdas em 2022 com "inverno cripto" (Cemile Bingol/Getty Images)

C
Cointelegraph Brasil

Publicado em 28 de novembro de 2022, 10h02.

Última atualização em 28 de novembro de 2022, 10h27.

Os milionários do bitcoin estão se tornando cada vez mais raros, pois caíram 80% em um ano.

De acordo com os dados mais recentes da empresa de análise on-chain Glassnode, agora existem apenas 23.000 carteiras com um saldo de bitcoin no valor de US$ 1 milhão ou mais.

Em mais uma indicação de quão baixo o mercado de criptomoedas caiu desde as últimas máximas históricas do Bitcoin, os milionários do bitcoin estão sentindo fortemente o aperto.

(Mynt/Divulgação)

A Glassnode, que rastreia várias entidades da rede, confirma que, em 25 de novembro, havia 23.245 carteiras com um saldo de mais de US$ 1 milhão.

Compare isso com o retrato do mercado em 8 de novembro de 2021, quando o par BTC/USD se aproximava de seu atual recorde histórico de preço de US$ 69.000 e esse número atingiu seu pico - então, havia 112.898 carteiras de bitcoin "milionárias".

(Glassnode/Reprodução)

Os endereços "milionários" caíram em consonância com o próprio preço à vista, sujeito a vendas modestas pelos proprietários em vários pontos do mercado de baixa do bitcoin, que a esta altura já dura um ano.

Os números das carteiras "milionárias" caíram cerca de 79% nesse período, enquanto o par BTC/USD teve uma redução máxima de 77% em relação à máxima histórica este mês, mostram dados do Cointelegraph Markets Pro e da TradingView.

(Trading View/Reprodução)

Acumulação

Enquanto isso, a imagem não é totalmente ruim para o bitcoin. Desde a implosão da FTX, certas classes de carteiras vêm acumulando moedas.

Além disso, conforme observado pelos cofundadores da Decentrader esta semana, os usuários de exchanges que sacaram seus fundos para dispositivos de armazenamento privado e consolidaram carteiras provavelmente são responsáveis pelo aumento significativo de carteiras com 1 BTC ou mais.

Em 27 de novembro, essas carteiras totalizaram mais de 952.000 - um recorde na história do bitcoin.

(Glassnode/Reprodução)

A Glassnode, no entanto, mostra que mesmo as menores classes de investidores - aqueles com 0,01 BTC ou mais em suas carteiras - também cresceram em números absolutos recentemente.

No geral, no entanto, os endereços com saldo diferente de zero estão em declínio desde 18 de novembro, mostram os dados da empresa de análise de dados - uma comparativamente rara quebra de tendência vista pela última vez em abril de 2021.

Aproveite todas as possibilidades do mundo crypto. A Mynt ajuda você a explorar o melhor do mercado com segurança e diversidade de criptomoedas. Clique aqui para abrir sua conta. (Glassnode/Reprodução)

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok