Google anuncia parceria e suporte à Dapper Labs, gigante do setor de NFTs

Gigante de tecnologia se une a criadora do NBA Top Shot e protagonista do setor de NFTs para alavancar adoção do blockchain Flow; preço da criptomoeda dispara

O Google deu, nesta terça-feira, 14, o seu primeiro passo no mercado de criptoativos ao assinar uma parceria com a startup canadense Dapper Labs, que atua no setor blockchain com soluções e plataformas ligadas aos NFTs. A informação foi inicialmente divulgada pela Forbes.

A Dapper Labs tem um blockchain próprio, chamado Flow, focado no uso de tokens não-fungíveis - a sua criptomoeda nativa, também chamada flow, disparou após a divulgação da parceria, saltando quase 15% em poucos minutos, segundo o CoinMarketCap.

A startup também é a criadora da plataforma NBA Top Shot, uma das mais famosas do setor de NFTs, que já movimentou mais de 700 milhões de dólares desde a sua criação, no final do ano passado, de acordo com dados do Crypto Slam. A empresa também criou o CryptoKitties, uma das primeiras plataformas de NFTs colecionáveis a ganhar popularidade global - e a movimentar cifras milionárias.

O movimento do Google indica uma tentativa da gigante de tecnologia em manter uma posição de liderança na nova geração da internet - a chamada web3 - que deve ter na tecnologia blockchain um de seus pilares.

“A tecnologia Blockchain está se tornando cada vez mais popular. Portanto, empresas como a Dapper precisam de infraestrutura escalonável e segura para expandir seus negócios e, ainda mais importante, oferecer suporte a suas redes”, disse Janet Kennedy, vice-presidente do Google Cloud na América do Norte.

Com a parceria, o blockchain Flow vai usar a tecnologia e a infraestrutura do Google Cloud para ajudar a ampliar sua oferta de serviços e produtos, que já conta com dezenas de aplicações, e "mais de 2.000 desenvolvedores que trabalham na rede poderão se conectar aos nós de acesso do Flow com latência muito mais baixa por meio do pacote de serviços em nuvem do Google", diz o comunicado divulgado pela publicação americana.

Com a transição para a web3, que funcionará de forma descentralizada, com suporte de computadores espalhados por todo o mundo - sejam laptops pessoais ou grandes centros de mineração de criptoativos - os servidores centralizados que dominam a Internet atualmente, e tem como maior representante a Amazon Web Services, que domina cerca de um terço da Internet, o Google pode se aproveitar para ocupar o novo terreno como uma alternativa mais amigável para os desenvolvedores. “Na verdade, trata-se de ajudá-los com um crescimento rápido e sustentável”, diz Kennedy.

Apesar dos operadores de nós serem livres para usar qualquer hardware, incluindo o da Amazon Web Services, o Google simplificou o processo para facilitar a integração dos desenvolvedores do blockchain Flow com seu software, disse o executivo-chefe da Dapper Labs, Roham Gharegozlou.

    “O que você está vendo no blockchain hoje é o semelhante ao que aconteceu no surgimento do iPhone, em que os consumidores estão começando a entender o que está acontecendo”, diz Gharegozlou. “Há muitas oportunidades de construir tudo, desde o Flappy Bird até o Angry Bird do Flow, ou apenas blockchain em geral.”

    A terceira era da Internet - após a Web 1.0 e a atual Web 2.0, que o Google ajudou a criar - promete ser dominada por redes descentralizadas e novos métodos de comunicação, comércio e interação, e a gigante da tecnologia pretende seguir desempenhando um papel importante. “Esta evolução dos consumidores, reimaginando seu relacionamento, sua propriedade de ativos digitais, suas coleções digitais - este é apenas o começo”, afirmou Kennedy. “Estamos muito entusiasmados com o trabalho que a Dapper Labs está fazendo e por fornecer essa infraestrutura e segurança para eles”.

    Avaliada em 7,5 bilhões de dólares e com 600 mil usuários na sua plataforma principal, de NFTs colecionáveis da liga norte-americana de basquete, a Dapper Labs é um dos protagonistas do mercado de tokens não-fungíveis, ao lado de marcas como CryptoPunks, OpenSea, Axie Infinity e alguns outros. Com a parceria, a expectativa da empresa é ampliar ainda mais o seu domínio do setor.

    Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube

    Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


    Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


    Falta pouco para você liberar seu acesso.

    exame digital

    R$ 4,90/mês
    • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

    • Acesse quando e onde quiser.

    • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
    Assine

    exame digital anual

    R$ 129,90/ano
    • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

    • Acesse quando e onde quiser.

    • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
    Assine

    Já é assinante? Entre aqui.

    Veja também