Future of Money

Empresa americana adiciona US$ 1 bilhão em ETFs de bitcoin ao portfólio de investimentos

De acordo com um arquivamento na SEC dos EUA, a empresa de negociação quantitativa investiu mais de US$ 1 bilhão em ETFs de bitcoin no primeiro trimestre de 2024

Uni é uma das criptomoedas para ficar de olho em março (Reprodução/Reprodução)

Uni é uma das criptomoedas para ficar de olho em março (Reprodução/Reprodução)

Cointelegraph
Cointelegraph

Agência de notícias

Publicado em 8 de maio de 2024 às 14h00.

Última atualização em 8 de maio de 2024 às 14h34.

Tudo sobreBitcoin
Saiba mais

De acordo com um arquivo 13F-HR em 7 de maio, a empresa de negociação quantitativa Susquehanna International Group comprou mais de US$ 1 bilhão em ações de fundos negociados em bolsa (ETFs) de bitcoin no primeiro trimestre de 2024.

A empresa divulgou à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos a posse de 17.271.326 ações no Grayscale Bitcoin Trust (GBTC), com um valor de mercado de aproximadamente US$ 1,09 bilhão em 31 de março de 2024. Além disso, a Susquehanna reportou a posse de 1.349.414 ações do Fidelity Wise Origin Bitcoin Fund (FBTC), avaliadas em cerca de US$ 83,74 milhões na mesma data.

  • Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas do BTG Pactual e a curadoria dos melhores criptoativos para você investir.

Além disso, a empresa aumentou sua participação no ProShares Bitcoin Strategy ETF (BITO), que oferece aos investidores exposição a contratos futuros de bitcoin. De acordo com a empresa de pesquisa de investimentos Fintel, a Susquehanna possuía 7.907.827 ações do BITO em 31 de março, avaliadas em aproximadamente US$ 255,42 milhões — um aumento de 57,59% em relação a um arquivo de fevereiro que listava 5.021.149 ações.

A empresa tinha exposição indireta ao preço à vista do bitcoin por meio das ações da MicroStrategy (MSTR), que possui 214.400 BTC em seu balanço patrimonial. No entanto, a Susquehanna reduziu sua participação na MicroStrategy em quase 15% durante o rebalanceamento da carteira, de 287.180 ações em fevereiro para 244.863 ações em 31 de março.

Portfólio de US$ 575,8 bilhões

No geral, a alocação de criptomoedas do Susquehanna representa uma pequena fração do portfólio da empresa de negociação, que encerrou o primeiro trimestre avaliado em mais de US$ 575,8 bilhões.

Entre os principais investimentos da empresa estão a NVIDIA Corporation e o SPDR S&P 500 ETF Trust vinculado a índices. Além dos fundos bitcoin, as novas participações da Susquehanna no último trimestre incluem ações da empresa de bonds conversíveis Convertible Zero, bonds da NRG Energy Inc., e ações preferenciais da Albemarle Corporation.

Os fundos bitcoin estão sendo cada vez mais utilizados por empresas de negociação e assessores financeiros para obter exposição aos ativos digitais. Em abril, o ETF de bitcoin da Fidelity garantiu US$ 40 milhões de dois assessores financeiros tradicionais, Legacy Wealth Management e United Capital Management of Kansas. Cada fundo investiu US$ 20 milhões no FBTC, juntando-se aos principais acionistas do fundo.

Os assessores são populares entre uma significativa população de baby boomers, que possuem uma parcela considerável da riqueza do país. A Legacy Wealth Management administra ativos que excedem US$ 359 milhões, enquanto a United Capital Management of Kansas supervisiona mais de US$ 436 milhões em ativos.

Uma nova era da economia digital está acontecendo bem diante dos seus olhos. Não perca tempo nem fique para trás: abra sua conta na Mynt e invista com o apoio de especialistas do BTG Pactual e a curadoria dos melhores criptoativos para você investir.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Leia mais

Acompanhe tudo sobre:ETFsBitcoinCriptoativosCriptomoedas

Mais de Future of Money

Donald Trump vai cobrar R$ 300 mil por fotos em evento sobre bitcoin

Drex: Campos Neto diz que soluções para problemas estão 'muito perto' e prevê 'boas notícias'

Análise: criptomoedas são destaque em ambiente macroeconômico desafiador

Gestora Bitwise anuncia que vai doar 10% dos lucros com ETF de Ethereum

Mais na Exame