Dogecoin: investidores abrem restaurante temático com lucro da criptomoeda

Primeiro restaurante inspirado na criptomoeda-meme mais famosa do mundo é inaugurado em Dubai; fundadores dizem que usaram lucro de investimento no ativo para abrir a loja
Doge Burger é o primeiro restaurante temático da criptomoeda-meme dogecoin (Doge Burger/Divulgação)
Doge Burger é o primeiro restaurante temático da criptomoeda-meme dogecoin (Doge Burger/Divulgação)
D
Da Redação

Publicado em 23/02/2022 às 11:56.

Última atualização em 24/02/2022 às 11:13.

A cidade de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, ganhou o primeiro restaurante temático de criptomoedas do mundo. Inspirado na criptomoeda-meme dogecoin, o Doge Burger é uma hamburgueria "virtual", que serve apenas via delivery e, claro, aceita pagamentos com diversos ativos digitais.

Além da dogecoin, a loja, que usa o modelo de "restaurante fantasma" (cozinhas construídas com foco apenas nos aplicativos de entrega), aceitará pagamentos também em bitcoin, ether, BNB, CRO, XRP, USDT e até a criptomoeda-meme "rival" da dogecoin, shiba inu. A informação é da revista Time Out Dubai.

Segundo a publicação, os fundadores do restaurante são investidores da criptomoeda e criaram a loja com lucros obtidos com a própria dogecoin. No menu, hambúrgueres de carne e frango, hot dogs e afins, com valores que variam entre 35 e 50 dirhams (entre R$ 50 e R$ 70).

Os proprietários do estabelecimento afirmam que um dos objetivos do negócio é se aproveitar do crescente mercado de pagamentos com criptomoedas nos Emirados Árabes Unidos. O país foi um dos primeiros a possuir lojas conectadas à blockchain, com pagamentos em cripto sendo usados no país desde pelo menos 2014.

Apesar de sua comunidade engajada, e de ainda se manter entre as 12 maiores criptomoedas do mundo, com capitalização de mercado de mais de US$ 17 bilhões, a dogecoin tem sofrido com a queda generalizada do mercado cripto. Atualmente, o token é cotado a US$ 0,13, quase 82% abaixo de sua máxima histórica de US$ 0,74, registrada em maio de 2021. Como referência, o bitcoin é cotado no momento 43% abaixo de seu maior preço de todos os tempos.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok