Acompanhe:

O bitcoin está em um de seus maiores preços desde o início de 2023. Após acumular alta de aproximadamente 150% no período, a maior criptomoeda do mundo bateu um novo recorde de preço para este ano.

Nesta terça-feira, 4, o bitcoin chegou a custar US$ 42.6638, seu maior preço em 2023. Segundo Dados do CoinMarketCap, a alta supera 152% em 2023.

Ao longo do ano, a principal criptomoeda liderou uma verdadeira escalada de otimismo após gigantes do mercado financeiro solicitarem autorização da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês) para um ETF de bitcoin à vista, ainda inédito no país. A BlackRock, maior gestora do mundo com US$ 8,5 trilhões sob gestão, é uma das empresas na fila de avaliação da CVM norte-americana.

  • O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

De acordo com um relatório da NYDIG, a aprovação do ETF pode trazer até R$ 150 bilhões para o mercado cripto. Até o momento, a SEC ainda não aprovou nenhum ETF de bitcoin à vista nos EUA, apenas ETFs de futuros de bitcoin e de ether. Em outros países como o Brasil, o investimento já é possível e coloca os ETFs de cripto entre os ETFs mais rentáveis.

Outra expectativa de investidores está no halving, evento que corta a emissão do bitcoin pela metade a cada quatro anos. O próximo halving está programado para 2024 e pode impulsionar o preço do bitcoin para US$ 125 mil, segundo um relatório da Matrixport.

Além disso, a política monetária dos EUA virou um assunto que ficou no radar de investidores cripto desde 2022, quando os aumentos agressivos do Federal Reserve na taxa de juros do país colaboraram para a queda do bitcoin e das principais criptos no período que ficou conhecido como “inverno cripto”.

Agora, em um cenário muito mais otimista após uma alta de mais de 150%, investidores podem se questionar:

O bitcoin vai continuar subindo?

"Assumindo que esse movimento se dá pela precificação de uma possível aprovação dos ETFs de bitcoin à vista em janeiro em conjunto com dados macroeconômicos que indicam que 2024 verá uma política monetária menos restritiva, podemos assumir que a performance do mercado cripto em dezembro provavelmente será positiva", comentou João Galhardo, analista de research da Mynt, plataforma de criptoativos do BTG Pactual.

Lucas Josa, analista de criptoativos do BTG, também acrescentou à EXAME que se o preço do bitcoin se consolidar entre US$ 40 e US$ 42 mil nos próximos dias, o movimento de alta pode “ganhar fôlego para atingir US$ 47 mil”.

Por outro lado, Fernando Pereira, analista da BitGet, acredita que US$ 42 mil deve ser o maior preço do bitcoin para 2023.

"Depois de acumular negociações durante todo o mês de novembro na faixa de US$ 37 mil, os investidores de bitcoin compraram toda a oferta disponível nessa região e estão acumulando até que uma nova zona de resistência apareça e o número de bitcoins ofertado aumente. Em minhas análises, entendo que a região entre US$ 43 e US$ 45.500 terá uma oferta forte o suficiente para parar a alta por algum tempo. Acredito que esse deve ser o topo de 2023", opinou Fernando Pereira, da BitGet, à EXAME.

O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Eduardo Paes diz que Rio de Janeiro é "amigo das criptos" e quer ser "capital da inovação"
Future of Money

Eduardo Paes diz que Rio de Janeiro é "amigo das criptos" e quer ser "capital da inovação"

Há 7 horas

'Não conheço outra alternativa ao dinheiro, além de ouro e criptomoedas', diz Ray Dalio
seloMercados

'Não conheço outra alternativa ao dinheiro, além de ouro e criptomoedas', diz Ray Dalio

Há 8 horas

Banco do Brasil está entre maiores investidores institucionais do ETF de bitcoin da BlackRock
Future of Money

Banco do Brasil está entre maiores investidores institucionais do ETF de bitcoin da BlackRock

Há 8 horas

Worldcoin, projeto de dono do ChatGPT, lança blockchain próprio
Future of Money

Worldcoin, projeto de dono do ChatGPT, lança blockchain próprio

Há 11 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais