Curta para ganhar: plataforma de NFTs busca recompensar engajamento online

Após sucesso de jogos "play-to-earn", como o Axie Infinity, plataforma fundada por Lawson Baker oferece uma curadoria alimentada por tokens para elencar as tendências mercado de NFTs
Modelo surge conforme o “play-to-earn” ou “jogue para lucrar” faz sucesso entre os usuários (Divulgação/Divulgação)
Modelo surge conforme o “play-to-earn” ou “jogue para lucrar” faz sucesso entre os usuários (Divulgação/Divulgação)
Por CoindeskPublicado em 18/08/2021 17:37 | Última atualização em 18/08/2021 19:21Tempo de Leitura: 3 min de leitura

E se as interações online – como dar lances em NFTs ou realizar um leilão na internet – te rendessem dinheiro? Como tornar sua atividade online lucrativa?

São essas questões que a RARA.social tenta responder.

“Like-to-earn” ou “curta para lucrar” é o modelo tão falado da RARA, que busca recompensar membros ativos da comunidade com os tokens nativos da rede em troca de sua contribuição na plataforma, que pode ser feita ao realizar ofertas por NFTs em leilões ou através da curadoria dos NFTs que serão leiloados. Esse modelo surge em um momento que o modelo de jogos “play-to-earn” ou “jogue para lucrar” estão se tornando mais populares e projetos descentralizados experimentam novas formas de despertar o interesse do público.

Para Lawson Baker, o fundador da RARA, leilões de NFTs são o espaço ideal para a construção de comunidades online de criptomoedas.

“Se você assistir um leilão acalorado de NFTs, verá que influencers do mundo das criptomoedas dão lances apenas com o propósito de serem vistos fazendo isso”, disse Baker.

A RARA procura adicionar um elemento de curadoria descentralizada ao mundo dos NFTs, que até o momento não existia em grandes marketplaces, como OpenSea, Rarible e SuperRare.

“Os tokens ‘RA!’ serão recebidos pelos usuários que forem curadores de alta qualidade”, disse Baker. “Seja bom nisso e irá lucrar mais unidades de ‘RA!’, para ter mais influência no futuro”.

A ideia é lançar uma página inicial que irá medir as tendências do mercado de NFTs, sem depender de uma aprovação centralizada.

A página inicial da RARA será de rolagem infinita e contará com leilões atuais e os que já foram encerrados, classificados pelo número de RA!'s fornecidos pelos fãs. Baker afirmou que o produto final seria como o site Rotten Tomatoes – uma plataforma de avaliação de filmes que une a crítica especializada e a opinião da audiência – só que para NFTs.

Mais de 40 comunidades online que envolvem aproximadamente 40 mil usuários já possuem acesso à plataforma de leilões da RARA, incluindo a DAOrecords, MAiworld, TokenSmart e Skybravo.

De acordo com Baker, a RARA deve lançar seu protocolo no final do ano.

Texto traduzido e republicado com autorização da Coindesk