Com NFTs e avatares, startup brasileira quer levar famosos ao metaverso

Biobots planeja explorar potencial do metaverso com a representação digital de grandes celebridades e estreia com a Satiko, a versão digital da influenciadora Sabrina Sato

Atentos à onda do metaverso, que promete movimentar bilhões de dólares em todo o mundo nos próximos anos, cinco empresários se uniram para criar a Biobots, empresa especializada na criação e desenvolvimento de produtos digitais, especialmente NFTs e avatares (second life), ambos conectados ao metaverso.

A Biobots é uma Creative Code Tech, uma startup de criatividade e desenvolvimento de códigos de programação, que dá origem à produtos digitais.

A empresa nasce com investimento de R$ 20 milhões e dois produtos para o mercado: a criação de projetos em NFTs, tokens em blockchain exclusivos, a concepção de influenciadores virtuais, e avatares para marcas ou pessoas, atrelados a uma estratégia completa de gestão da vida digital dessas personalidades. No primeiro ano de operação, a empresa estima faturar R$ 50 milhões, saltando para R$ 200 milhões até 2023, com o valuation semelhante ao montante faturado.

A novidade chega em um momento em que o mercado ganha cada vez mais adeptos ao redor do mundo. Só no primeiro semestre de 2021, o setor movimentou US$ 2 bilhões, montante mais de 20 vezes superior aos três meses anteriores e 131 vezes maior do que o montante movimentado entre janeiro e março de 2020, segundo dados do site NonFungible.com.

"O mercado de NFTs, avatares e metaverso ainda é novo para os brasileiros, mas observamos, por meio de pesquisas e estudos internos, que o país tem interesse em saber e aprender mais sobre o assunto. Nós entendemos o setor como uma extensão de games que é muito estabelecido aqui no Brasil e acreditamos que existem oportunidades ótimas para a empresa", explica Ricardo Tavares, CEO da Biobots.

A Biobots já chega ao mercado com o primeiro trabalho desenvolvido, a Satiko, influenciadora virtual da Sabrina Sato. No caso dos avatares, a companhia também oferece uma gama completa de serviços como animação, consultoria comercial, conteúdo digital e gerenciamento de redes dessas personalidades. Além disso, a empresa já está em conversas avançadas com grandes marcas nacionais e internacionais, além de celebridades.

Já para o NFTs, a companhia criou um algoritmo próprio para estruturar e desenhar, em parceria com os clientes por meio de tokens em blockchain exclusivos, que incluem experiências para quem adquirir.

Além do mercado brasileiro, a companhia já nasce com um braço em Miami, oferecendo os mesmos serviços. A equipe já está operando nos EUA com uma equipe exclusiva e responsável por todo o gerenciamento dos projetos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também