Antonio Inoki, lenda japonesa da luta, morre aos 79 anos

Inoki foi um pioneiro das artes marciais mistas no Japão e conquistou a fama em 1976, quando enfrentou o campeão mundial dos pesos pesados Muhammad Ali
Inoki: Com 1,90 metro de altura, ele foi um pioneiro das artes marciais mistas no Japão (Getty Images/Getty Images)
Inoki: Com 1,90 metro de altura, ele foi um pioneiro das artes marciais mistas no Japão (Getty Images/Getty Images)
A
AFPPublicado em 01/10/2022 às 09:22.

O famoso lutador profissional japonês que virou político Antonio Inoki faleceu neste sábado aos 79 anos. O canal público de televisão NHK informou que ele foi vítima de uma parada cardíaca.

Com 1,90 metro de altura, Inoki foi um pioneiro das artes marciais mistas no Japão e conquistou a fama em 1976, quando enfrentou o campeão mundial dos pesos pesados Muhammad Ali, em um confronto incomum em Tóquio entre um atleta de wrestling e um boxeador.

Em 1989 foi eleito para a Câmara Alta do Parlamento japonês pelo já extinto Partido Esporte e Paz.

Como legislador viajou ao Iraque antes da Guerra do Golfo de 1990 para obter a libertação de reféns japoneses.

Inoki perdeu sua cadeira no Parlamento em 1995 e se aposentou do mundo das lutas três anos depois, mas voltou a ser eleito para o Senado em 2013 por outro partido de oposição.

Depois de estabelecer fortes laços com a Coreia do Norte, Inoki visitou o país diversas vezes para ajudar a resolver a questão dos japoneses sequestrados por Pyongyang durante a Guerra Fria, antes de encerrar sua carreira política em 2019.

Em 2020 Inoki revelou que havia sido diagnosticado com uma doença cardíaca.