ESG

Apoio:

logo_suvinil_500x252
Logo TIM__313x500
logo_unipar_500x313
logo_espro_500x313
logo_engie_500X252

Parceiro institucional:

logo_pacto-global_100x50

Hospital Albert Einstein destina 67% dos resíduos para reciclagem - e gera renda com isso

Projeto Up Luxo transforma resíduos têxteis em itens para revenda, gerando renda para pessoas em vulnerabilidade social

Desde 1998, o Einstein atua em Paraisópolis com educação, esportes, saúde e formação profissional. Em 2023 foram realizados mais de 169.000 atendimentos (Hospital Israelita Albert Einstein/Divulgação)

Desde 1998, o Einstein atua em Paraisópolis com educação, esportes, saúde e formação profissional. Em 2023 foram realizados mais de 169.000 atendimentos (Hospital Israelita Albert Einstein/Divulgação)

Letícia Ozório
Letícia Ozório

Repórter de ESG

Publicado em 18 de junho de 2024 às 07h00.

O Hospital Albert Einstein destinou 67% das 6.000 toneladas de resíduos gerados em 2023 para a reciclagem, reduzindo o envio para aterros sanitários. O Up Luxo transforma resíduos têxteis em bolsas e nécessaires, gerando renda para pessoas em vulnerabilidade social.

Desde 1998, o Einstein atua em Paraisópolis com educação, esportes, saúde e formação profissional. Em 2023 foram realizados mais de 169.000 atendimentos. Uma nova unidade oferece aulas gratuitas de ensino médio técnico.

O hospital desenvolve um aplicativo com inteligência artificial para diagnóstico precoce de leishmaniose cutânea, visando a confirmação antecipada por meio de imagens. O doutor Guilherme Schettino destaca que as ações estão alinhadas com a estratégia da empresa, enfatizando a promoção da saúde, formação profissional, conhecimento científico e cuidado ambiental, com foco na responsabilidade social e equidade.

Acompanhe tudo sobre:Hospital Albert EinsteinMelhores do ESG

Mais de ESG

Bromélia da Amazônia pode ser alternativa ao plástico do petróleo

Bruno Gagliasso é novo sócio da startup Mara, de alimentação a preço acessível

Redes de pesca, roupas e pneus: expedição quer identificar os microplásticos presentes nos oceanos

Trauma climático, capital e investimento privado

Mais na Exame