Economia

Receita ignora multa do Itaú para projetar arrecadação

A Receita anunciou uma previsão de alta de arrecadação de 3% em 2013


	Carro com logo da Receita Federal: o secretário-adjunto do órgão foi diversas vezes questionado se a previsão de alta da arrecadação não seria excessivamente otimista
 (Arquivo/Contigo)

Carro com logo da Receita Federal: o secretário-adjunto do órgão foi diversas vezes questionado se a previsão de alta da arrecadação não seria excessivamente otimista (Arquivo/Contigo)

DR

Da Redação

Publicado em 19 de agosto de 2013 às 14h41.

Brasília - O secretário-adjunto da Receita, Luiz Fernando Teixeira Nunes, informou que o Fisco não conta com o pagamento da multa de R$ 18,7 bilhões pelo Itaú na previsão de alta de arrecadação de 3% em 2013.

"Uma coisa e autuação e outra é a arrecadação. A Receita não conta. É uma possibilidade. Qualquer receita especulativa não e usada nos cálculos", afirmou.

O secretário-adjunto foi diversas vezes questionado se a previsão de alta da arrecadação não seria excessivamente otimista, diante do fato de que o crescimento acumulado até julho é de apenas 0,98%. Em resposta às perguntas, Nunes destacou que os estudos apontam esse crescimento.

Acompanhe tudo sobre:BancosEmpresasEmpresas brasileirasImpostosItaúLeãoreceita-federal

Mais de Economia

Governo sobe previsão de déficit de 2024 para R$ 28,8 bi, com gastos de INSS e BPC acima do previsto

Lula afirma ter interesse em conversar com China sobre projeto Novas Rotas da Seda

Lula diz que ainda vai decidir nome de sucessor de Campos Neto para o BC

Banco Central aprimora regras de segurança do Pix; veja o que muda

Mais na Exame