A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Produção de carne bovina e suína do Brasil deve aumentar em 2018

Produção de carne bovina deve aumentar para 9,9 milhões de toneladas métricas, com sólidas exportações e firme demanda doméstica, diz adido do USDA

São Paulo - A produção de carne bovina do Brasil deve aumentar em 2018 para 9,9 milhões de toneladas métricas, ante aproximadamente 9,5 milhões no ano passado, com sólidas exportações e firme demanda doméstica, disse em relatório nesta terça-feira o adido do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês).

Ele afirmou ainda que a produção de carne suína do Brasil aumentará para 3,8 milhões de toneladas métricas, versus 3,7 milhões em 2017.

A demanda doméstica será puxada por um esperado crescimento no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, além de menores índices de inflação e desemprego, gerando uma maior confiança de consumidores, segundo o relatório.

O crescimento da carne bovina também deverá ser impulsionado pelas fortes exportações, principalmente para a China.

Segundo o adido, os embarques do Brasil, maior exportador global de carne bovina, devem ter um novo recorde de cerca de 2 milhões de toneladas métricas em 2018, ante 1,8 milhões em 2017, enquanto as exportações de carne suína enfrentam restrições sanitárias em alguns dos grandes mercados, como a Rússia.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também