A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Plano tributário dos EUA adia corte para empresas para 2019

Os detalhes estão começando a ser divulgados ao passo em que os republicanos tentam aprovar um corte de impostos de US$ 1,5 trilhão em uma década

Washington - O plano de reforma tributária elaborado pelos senadores republicanos, propõe duas mudanças centrais em relação à proposta dos deputados do partido: o tributo corporativo seria cortado para 20% somente a partir de 2019 e as sete faixas de imposto de renda seriam mantidas, com a taxa superior sendo de 38,5%, que se aplicaria a indivíduos que ganhassem US$ 500 mil ou mais por ano ou a famílias com ganhos superiores ou iguais a US$ 1 milhão por ano, de acordo com o senador John Hoeven (Dakota do Norte).

A dedução de impostos estaduais e municipais é cortada por inteiro no plano, enquanto a dedução dos juros hipotecários é preservada para empréstimos para imóveis de até US$ 1 milhão, o que já ocorre com a legislação vigente. Na medida da Câmara, o valor havia caído para US$ 500 mil.

Os senadores republicanos também se recusaram a revogar a obrigação de que as pessoas comprem seguro-saúde em troca de não pagarem uma penalidade, o que ocorre devido ao Obamacare. Esse passo, caso tivesse sido dado, poderia arrecadar centenas de milhões de dólares, mas seria passível de controvérsias.

Os detalhes estão começando a ser divulgados ao passo em que os republicanos tentam aprovar um corte de impostos de US$ 1,5 trilhão em uma década e entregar a medida para a sanção do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a qual seria a grande vitória legislativa do republicano.

A Câmara e o Senado estão operando em posições distintas na reforma tributária.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também