A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

País criou 29 mil vagas de trabalho formal em janeiro

O resultado apresentou basicamente a mesma dinâmica de janeiro de 2013, quando haviam sido criados pouco mais de 28 mil vagas

Brasília - No primeiro mês deste ano, foram criadas 29.595 vagas de emprego formal no país, com expansão de 0,07% em relação a dezembro de 2013.

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego, em janeiro, foram admitidas mais 1.778.077 pessoas e demitidas 1.748.482, o que resultou no saldo de quase 30 mil novos postos com carteira assinada.

O resultado apresentou basicamente a mesma dinâmica de janeiro de 2013, quando haviam sido criados pouco mais de 28 mil vagas.

O mês de janeiro ano passado e o deste ano foram os dois mais negativos desde a crise de 2009, quando foram fechados mais de 101 mil postos de trabalho formal.

No mesmo mês em 2010, 2011 e 2012, a criação de postos de trabalho superou a casa dos 100 mil – 181,4 mil; 152 mil e 118,8 mil, respectivamente.

Os destaques positivos no mês passado foram os setores da indústria de transformação (38,5 mil), construção civil (38 mil) e do setor de serviços (24,6 mil).

O destaque negativo foi o comércio, que fechou mais de 78 mil vagas – o que acabou contrabalançando o resultado positivo dos outros três setores.

De acordo com o Ministério do Trabalho, a perda de dinamismo no comércio ocorreu principalmente nas áreas varejista de artigos de vestuário e de acessórios e de produtos alimentícios.

"Em novembro e dezembro, há contratação acima do normal devido às festas de fim de ano. O pessoal [contratado temporariamente] é sempre dispensado em janeiro, historicamente", explicou o ministro Manoel Dias, ao comentar o mau desempenho do comércio em janeiro.

No resultado por regiões, tiveram melhor desempenho foram o Sul, com mais 39,8 mil postos, e destaque para Santa Catarina, e o Centro-Oeste, que criou 15,4 mil vagas.

Tiveram desempenho negativo as regiões Nordeste (-10,6 mil) e Norte (-7,8 mil).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também