Economia

Mitt Romney diz que é difícil não ser presidente

Romney não poupou crítica a Obama por sua condução do conflito orçamentário


	"Fico frustrado por não estar lá, não estar na Casa Branca, para fazer o que é preciso fazer", afirmou ao canal Fox
 (Getty Images)

"Fico frustrado por não estar lá, não estar na Casa Branca, para fazer o que é preciso fazer", afirmou ao canal Fox (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 13 de junho de 2013 às 07h48.

Em sua primeira entrevista desde que perdeu a batalha eleitoral em novembro passado, o republicano Mitt Romney reconheceu neste domingo que ficou frustrado por não ocupar a Casa Branca e solucionar os problemas do país.

"Fico frustrado por não estar lá, não estar na Casa Branca, para fazer o que é preciso fazer", afirmou ao canal Fox, em aberta crítica a Barack Obama.

Romney não poupou crítica a Obama por sua condução do conflito orçamentário e por não ter obtido um acordo entre democratas e republicanos.

No entanto, ele também criticou a própria campanha eleitoral, admitindo que fez declarações equivocadas e que houve uma falta de "eficácia" de sua mensagem em relação às minorias, como negros e hispânicos. O ex-governador de Massachusetts deu a entrevista junto à esposa Ann Romney.

Acompanhe tudo sobre:Barack ObamaEstados Unidos (EUA)Mitt RomneyPaíses ricosPersonalidadesPolíticos

Mais de Economia

Congelamento de R$ 15 bi no Orçamento será oficializado nesta segunda

Brasil exporta 31 mil toneladas de biscoitos no 1º semestre de 2024

Corte anunciado por Haddad é suficiente para cumprir meta fiscal? Economistas avaliam

Qual é a diferença entre bloqueio e contingenciamento de recursos do Orçamento? Entenda

Mais na Exame