Economia

IPCA de 2013 mostrou resistência maior do que esperada

Presidente do Banco Central ressaltou que o indicador fechou dentro da meta


	Alexandre Tombini: "a inflação ao consumidor medida pelo IPCA encerrou 2013 em 5,9 por cento (5,91 por cento), mostrando resistência ligeiramente acima daquela que se antecipava"
 (José Cruz/ABr)

Alexandre Tombini: "a inflação ao consumidor medida pelo IPCA encerrou 2013 em 5,9 por cento (5,91 por cento), mostrando resistência ligeiramente acima daquela que se antecipava" (José Cruz/ABr)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de janeiro de 2014 às 11h27.

São Paulo - O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou nesta sexta-feira que a inflação medida pelo IPCA em 2013 mostrou resistência "ligeiramente acima" do esperado, mas ressaltou que o indicador fechou dentro da meta.

"A inflação ao consumidor medida pelo IPCA encerrou 2013 em 5,9 por cento (5,91 por cento), mostrando resistência ligeiramente acima daquela que se antecipava", afirmou Tombini em nota.

Segundo ele, isso ocorreu, "em grande medida", devido à depreciação cambial, aos custos originados no mercado de trabalho e às recentes pressões no setor de transportes.

O IPCA fechou 2013 com alta de 5,91 por cento, acima do esperado e do valor registrado no ano anterior, frustrando o objetivo final do governo.

Acompanhe tudo sobre:Alexandre TombiniEconomistasEstatísticasIndicadores econômicosInflaçãoIPCAPersonalidades

Mais de Economia

Qual é a diferença entre bloqueio e contingenciamento de recursos do Orçamento? Entenda

Haddad anuncia corte de R$ 15 bilhões no Orçamento de 2024 para cumprir arcabouço e meta fiscal

Fazenda mantém projeção do PIB de 2024 em 2,5%; expectativa para inflação sobe para 3,9%

Mais na Exame