Inflação na China retrocedeu levemente em abril

A taxa se situou em 3,4% interanual

Pequim - A inflação na China retrocedeu ligeiramente em abril e se situou em 3,4% interanual, segundo números divulgados pelo Escritório Nacional de Estatísticas nesta sexta-feira.

Em março, os preços subiram 3,6%.

O leve retrocesso se deve à redução dos preços dos alimentos, segundo os números oficiais.

No último ano, os preços dos alimentos, principal fator que dispara a inflação, subiram 7% no país.

A inflação é uma fonte de instabilidade social na China. O primeiro-ministro, Wen Jiabao, considerou em março que a inflação não deveria superar os 4% em 2012. Já no ano passado, as autoridades chinesas conseguiram domar de forma considerável os preços graças a uma política monetária mais restritiva. Em 2011, a inflação foi de 6,5%.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.