A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Governo vai negociar queda do preço do aço com setor siderúrgico

Segundo o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, o preço do aço nacional é alto em relação aos valores internacionais do produto

Brasília - O governo pretende discutir com a cadeia siderúrgica nacional alternativas para reduzir o preço do aço produzido no país. A informação foi dada pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel. Durante audiência pública na Câmara dos Deputados para falar sobre política industrial, o ministro concordou com a reclamação de vários parlamentares sobre o valor do aço nacional e disse que o governo pretende agir para solucionar o problema.

“Vamos trabalhar com a cadeia siderúrgica para fazer o que for possível nessa direção. Serão soluções negociadas com o setor”, disse Pimentel. “O governo age o tempo todo em todos os setores da economia. O que foi levantado é que o aço, que é um insumo importante, tem um preço interno elevado em relação aos preços internacionais. Concordei porque essa não é uma afirmação de caráter ideológico, religioso, é uma constatação. Nós precisamos reduzir o preço do aço”, acrescentou o ministro.

Após a audiência, o ministro negou que tenha dito que as margens de lucro do aço nacional estejam altas, mas sim, que os preços praticados pela siderurgia nacional estão mais altos do que os preços internacionais. “Se [as margens de lucro] estão altas ou baixas, cabe à cadeia julgar”.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também