Governo revisa programa de financiamento à folha de pagamento de PMEs

Segundo secretário do Tesouro, as empresas estão relutando em tomar empréstimos pela contrapartida de não poder demitir os empregados

O programa de financiamento à folha de pagamento lançado pelo governo para empresas com faturamento entre 360 mil reais e 10 milhões de reais está em revisão, segundo secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, durante audiência pública do Congresso transmitida pela internet. 

O secretário do Tesouro afirmou que o programa – que tem um orçamento total de 40 bilhões de reais, sendo 34 bilhões de reais do Tesouro e 6 bilhões de reais dos bancos – não será executado plenamente como aprovado.

De acordo com Mansueto, as empresas estão relutando em tomar empréstimos pela contrapartida que têm que adotar de não demitir os empregados. Isso porque elas não querem se comprometer em função das incertezas da crise.

O secretário do Tesouro também citou como empecilho o impedimento que havia para as empresas fecharem o financiamento caso tivessem dívidas junto à Previdência. Esse entrave caiu com a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Orçamento de Guerra.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.