Economia

Governo quer manter ou ampliar Minha Casa Minha Vida em 2018

Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, afirmou que o governo estuda a manutenção do número de unidades contratadas

Alexandre Baldy: "estamos procurando alternativas orçamentárias e de projeto para que a gente consiga manter ou ampliar" (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Alexandre Baldy: "estamos procurando alternativas orçamentárias e de projeto para que a gente consiga manter ou ampliar" (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

R

Reuters

Publicado em 5 de dezembro de 2017 às 14h47.

São Paulo - O governo federal pretende manter ou ampliar o número de unidades contratadas no programa habitacional Minha Casa Minha Vida em 2018, disse nesta terça-feira o ministro das Cidades, Alexandre Baldy.

"Nós não desejamos nenhuma redução, pelo contrário. Estamos procurando alternativas orçamentárias e de projeto para que a gente consiga manter ou ampliar", afirmou o ministro durante evento, em São Paulo.

Baldy acrescentou que o prazo para conclusão dos estudos é 31 de dezembro deste ano e as contratações ocorrerão em 2018.

Acompanhe tudo sobre:GovernoMinha Casa Minha VidaMinistério das Cidades

Mais de Economia

Petrobras anuncia aumento de preço da gasolina e gás de cozinha

Boletim Focus: mercado volta a subir projeção da inflação de 2024 e 2025

Plano Real, 30 anos: Como a inflação no Brasil passou de 1000%? Veja 1º episódio da série da EXAME

Mais na Exame