FMI avalia como positivas medidas anunciadas por Temer

O fundo avaliou como "positivas" as medidas anunciadas pelo governo provisório

Washington - O Fundo Monetário Internacional (FMI) avaliou como "positivas" as medidas anunciadas pelo governo interino do Brasil, especialmente por enfatizarem a estabilização da trajetória da dívida em um período que classificou como "difícil" para o país.

"Claro, esperamos que as muito necessárias reformas econômicas possam ser aplicadas com prontidão para ajudar ao Brasil a superar o atual contexto difícil", afirmou o porta-voz do órgão, Gerry Rice, em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira.

"Achamos que os anúncios realizados pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, foram positivos", completou Rice.

Meirelles indicou que a prioridade do governo será reduzir o déficit fiscal e a dívida pública, que classificou como "insustentável". Uma das primeiras medidas tomadas é o corte de 4 mil cargos comissionados até o fim desse ano.

"O FMI tem assinado de forma repetida que o Brasil deveria fortalecer a macroeconomia, algo essencial para o retorno da confiança e do investimento, e isso inclui metas de inflação e responsabilidade fiscal", afirmou Rice aos jornalistas.

"Nesse sentido, damos boas-vindas à ênfase do ministro Meirelles sobre a necessidade de estabilizar a trajetória da dívida e preservar o sistema de seguridade social através de reformas que garantirão a sustentabilidade financeira a longo prazo", indicou.

No entanto, o chefe da equipe econômica de Michel Temer antecipou que as medidas mais duras, dentro "importante plano de ajuste" que está sendo preparado, terão que esperar até que o novo governo conheça a real situação deixada pela presidente Dilma Rousseff. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.