Fluxo cambial em julho é positivo, diz Banco Central

Em julho, o canal financeiro do fluxo cambial apresentou saídas líquidas de US$ 1,141 bilhões
Banco Central: segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações. (Ricardo Moraes/Reuters)
Banco Central: segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações. (Ricardo Moraes/Reuters)
E
Estadão ConteúdoPublicado em 10/08/2022 às 15:55.

Depois de encerrar junho com entradas líquidas de US$ 6,483 bilhões, o fluxo cambial registrado para o Brasil ficou positivo em US$ 1,834 bilhão em julho, informou nesta quarta-feira, 10, o Banco Central.

Mesmo com nova atualização, os dados de fluxo cambial ainda estão atrasados devido à greve dos servidores do BC, encerrada no dia 5 de julho. Mas estão quase em dia. Nesta quarta, deveriam estar disponíveis os resultados até 5 de agosto.

Em julho, o canal financeiro do fluxo cambial apresentou saídas líquidas de US$ 1,141 bilhões. Isso é resultado de aportes no valor de US$ 38,636 bilhões e de retiradas no total de US$ 39 777 bilhões. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo em julho foi positivo em US$ 2,974 bilhões, com importações de US$ 18,568 bilhões e exportações de US$ 21,542 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 2,423 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 3,903 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 15,215 bilhões em outras entradas.

Acumulado do ano

Em 2022 até julho, o fluxo para o Brasil ficou positivo em US$ 20,968 bilhões. No mesmo período do ano passado, o resultado era positivo em US$ 16,172 bilhões, já no ano fechado de 2021, houve entrada líquida de US$ 6,134 bilhões.

O canal financeiro do fluxo cambial apresentou saídas líquidas de US$ 9,676 bilhões no acumulado do ano. Isso é resultado de aportes no valor de US$ 324,257 bilhões e de retiradas no total de US$ 333,933 bilhões.

No comércio exterior, o saldo em 2022 até julho foi positivo em US$ 30,644 bilhões, com importações de US$ 133,852 bilhões e exportações de US$ 164,496 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 22,336 bilhões em ACC, US$ 38,271 bilhões em Pagamento Antecipado e US$ 103,889 bilhões em outras entradas.

Veja também: 

IBGE: crédito mais caro e inflação prejudicaram desempenho do varejo

Bolsonaro sanciona Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2023 com vetos